Ciência e Tecnologia
publicado em 17/03/2012 às 18h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Cientistas do University of Rochester Medical Center e da University of Southern California, nos Estados Unidos, sintetizaram um composto que bloqueia o RAGE nos camundongos - revertendo os depósitos de amiloide, restaurando o fluxo sanguíneo saudável no cérebro, inibindo a inflamação, e tornando os ratos idosos e doentes mais espertos

Pesquisadores dos Estados Unidos realizaram um novo teste com uma abordagem promissora para deter a doença de Alzheimer, que não alcançou o resultado esperado em testes realizados anteriormente. Em pesquisa publicada no Journal of Clinical Investigation, pesquisadores relataram o desenvolvimento de um composto que tem como alvo um ator molecular conhecido como RAGE, que desempenha um papel central para zonear o tecido cerebral das pessoas com a doença.

Cientistas do University of Rochester Medical Center e da University of Southern California, nos Estados Unidos, sintetizaram um composto que bloqueia o RAGE nos camundongos - revertendo os depósitos de amiloide, restaurando o fluxo sanguíneo saudável no cérebro, inibindo a inflamação, e tornando os ratos idosos e doentes mais espertos. Mas, os cientistas advertem que o trabalho tem um longo caminho a percorrer antes de ser considerado um tratamento possível para as pessoas.

Um estudo de fase 2 em 399 pessoas de um outro composto projetado para bloquear o RAGE - que significa receptor para produtos finais da glicação avançada - foi interrompido prematuramente em novembro, quando os cientistas tinham dúvidas sobre a segurança do composto em doses elevadas, e após os primeiros resultados indicarem que o composto não estava ajudando os pacientes com doença de Alzheimer.

No entanto, o desenvolvimento de um inibidor RAGE eficaz continua a atrair cientistas como o neurocientista Berislav Zlokovic. Zlokovic liderou a equipe de Rochester, que publicou seus resultados na JCI.

"O RAGE continua a ser um alvo fenomenalmente atraente para a terapia de Alzheimer. Os benefícios de se bloquear o RAGE são ainda maiores do que se tem imaginado. O RAGE é central para muitos mecanismos que causam estragos nos cérebros de pessoas com doença de Alzheimer. Acontece que quando você inibe o RAGE, você bloqueia as moléculas centrais para a criação de inflamação no cérebro, e este é um grande problema com a doença de Alzheimer", disse Zlokovic.

Zlokovic foi um dos primeiros cientistas a descrever o envolvimento do RAGE na doença de Alzheimer. Quase uma década atrás, em um artigo na revista Nature Medicine, ele mostrou que o RAGE age como um serviço de transporte, transportando beta-amiloide do sangue para o cérebro. Desde então, o bloqueio do RAGE tem sido uma meta atraente, mas ilusória para os cientistas que buscam criar uma nova linha de medicamentos para tratar a doença de Alzheimer.

No mais recente trabalho, Zlokovic e seus colegas selecionaram milhares de compostos para anti-atividade RAGE e identificaram três que pareciam promissores. Em seguida, os químicos Benjamin Miller, e o estudante Nathan Ross. A dupla analisou as estruturas dos compostos moleculares, e depois usou este conhecimento para criar dezenas de candidatos que podem ter atividade contra o RAGE.

Vários mostraram-se promissores, com um em particular, o FPS-ZM1, especialmente robusto no bloqueio do RAGE. Fundamentalmente, é uma molécula muito pequena que atravessa a barreira hemato-encefálica e chega ao cérebro, onde ela é necessária. Isso não é verdade para muitos possíveis inibidores de RAGE, incluindo os três candidatos que a equipe de Zlokovic tinha identificado a partir do exame inicial.

"É uma molécula muito pequena, mas com um efeito muito grande, justamente o que queremos. E é fácil de sintetizar", disse Miller.

A equipe testou o FPS-ZM1 e outros compostos em camundongos mais velhos, de 15 a 17 meses de idade, que são especialmente concebidos para acumular beta-amiloide no cérebro rapidamente. Os ratos que receberam o composto:

· Tiveram níveis muito reduzidos de beta-amiloide no cérebro - 70% a 80% menores - devido ao efeito reduzido do RAGE sobre a beta-amiloide;

· Tiveram níveis muito mais baixos de células inflamatórias conhecidas como micróglias ativadas - mais uma vez, os níveis foram reduzidos em cerca de 80%;

· Apresentaram melhora no fluxo sanguíneo cerebral, quase de volta ao nível dos camundongos saudáveis.

· Apresentaram melhora na capacidade de aprendizagem, que se aproximou dos níveis dos ratos saudáveis.

Os pesquisadores não ficaram surpresos com os níveis mais baixos de beta-amiloide, uma vez que o RAGE permite que a beta-amiloide atravesse a barreira cérebro/corpo. Mas os cientistas observam que o FPS-ZM1 afetou as operações do RAGE em uma série de importantes meios adicionais. A molécula diminuiu a atividade de uma molécula chamada NF kappa B, o que provoca uma inflamação como a observada nos cérebros dos pacientes de Alzheimer, e reduziu a atividade da beta-secretase, que desempenha um papel-chave na criação de beta-amiloide.

O mais importante é que o composto não apresenta qualquer evidência de toxicidade nos ratos, mesmo quando utilizado em concentrações centenas de vezes mais elevadas do que o que seria usado em uma pessoa.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Doença de Alzheimer    Agente molecular    RAGE    Tecido cerebral    Inibidor de RAGE   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Doença de Alzheimer    agente molecular    RAGE    tecido cerebral    inibidor de RAGE   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.