Geral
publicado em 13/03/2012 às 17h57:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Cientistas da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, descobriram que o consumo de gordura trans na dieta está associado com irritabilidade e agressão em homens e mulheres.

A pesquisa adiciona evidências lógicas para evitar a inclusão de ácidos graxos em alimentos fornecidos em instituições como escolas e presídios.

Segundo os pesquisadores, o estudo, que contou com quase 1 mil homens e mulheres, fornece a primeira garantia que liga gorduras trans a comportamentos adversos que afetam outras pessoas.

Ácidos graxos trans nas dietas são primeiramente produtos da hidrogenação, o que torna os óleos insaturados sólidos à temperatura ambiente. Eles estão presentes em níveis elevados em margarinas e alimentos prontos.

Gorduras trans podem causar efeitos adversos à saúde como alterações na função metabólica, resistência à insulina, oxidação, inflamação e saúde cardíaca.

Para o trabalho, a equipe usou informações de base alimentar e avaliações comportamentais de 945 homens e mulheres adultas para analisar a relação entre gorduras trans e agressão ou irritabilidade.

A pesquisa mediu fatores como o histórico de agressão, conflitos e auto-avaliação de impaciência e irritabilidade, bem como uma escala de "agressão evidente" que registra recentes comportamentos agressivos. As análises foram ajustadas para sexo, idade, escolaridade e uso de álcool ou tabaco.

Os resultados mostraram que o consumo de ácidos graxos trans foi significativamente associado com maior agressividade, e foi mais consistentemente preditivo de agressão e irritabilidade, entre as medidas testadas, do que os outros preditores conhecidos avaliados.

"Se a associação entre gorduras trans e comportamento agressivo prova ser causal, isto adiciona mais lógica para as recomendações para evitar a ingestão de gorduras trans, ou sua inclusão nos alimentos fornecidos em instituições como escolas e presídios, pois os efeitos prejudiciais das gorduras trans podem se estender além da pessoa que os consome e influenciar os outros", afirma a líder da pesquisa, Beatrice Golomb.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Gordura trans    ácidos graxos    agressividade    irritabilidade    Universidade da Califórnia    Beatrice Golomb   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.