Geral
publicado em 13/03/2012 às 18h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Istockphoto
Carne vermelha, especialmente a processada, contém ingredientes associados a doenças crônicas, cardiovasculares e ao câncer
  « Anterior
Próxima »  
Carne vermelha, especialmente a processada, contém ingredientes associados a doenças crônicas, cardiovasculares e ao câncer

Ingerir uma porção diária de carne vermelha processada pode aumentar o risco de morte prematura em até 20%. É o que sugere um estudo de pesquisadores da Universidade de Harvard, nos Estados Unidos.

A pesquisa, publicada no jornal Archives of Internal Medicine, oferece evidências de que o consumo de carne vermelha aumenta o risco de doenças cardíacas e câncer. Além disso, sugere que substituí-la por peixe e carne de aves pode reduzir o risco de morte.

Para o trabalho, a equipe analisou informações de 37.698 homens e 83.644 mulheres durante 22 e 28 anos, respectivamente. Os participantes foram entrevistados sobre seus hábitos alimentares a cada quatro anos.

Uma combinação de 23,926 mortes foram documentadas nas duas análises, das quais 5.910 eram de doença cardiovascular e 9.464 de câncer.

Os resultados mostraram que aqueles que comiam uma porção diária de carne vermelha sem processamento (carne comum) registraram um risco 13% maior do que aqueles que não consumiam o alimento com tanta frequência.

Segundo os pesquisadores, se a carne vermelha consumida era processada, o risco de morte prematura aumentava em 20%.

A carne vermelha, especialmente a processada, contém ingredientes que têm sido associados ao aumento do risco de doenças crônicas, como doenças cardiovasculares e câncer. Estes incluem a gordura saturada, sódio, nitritos, e certos agentes cancerígenos que são formados durante o cozimento.

No entanto, a substituição da carne vermelha por nozes levou a uma redução de 19% no risco de morte, enquanto que o consumo de grãos inteiros e aves reduziram o risco em 14%. Já o consumo de peixes fez cair o risco em 7%.

"Este estudo fornece evidências claras de que o consumo regular de carne vermelha contribui substancialmente para a morte prematura. Por outro lado, a escolha de fontes mais saudáveis de proteína no lugar de carne vermelha pode trazer benefícios significativos para a saúde, reduzindo a mortalidade por doenças crônicas", afirma o autor sênior, Frank Hu.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Carne vermelha    carne processada    doenças cardíacas    câncer Universidade de Harvard    Frank Hu   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.