Ciência e Tecnologia
publicado em 13/03/2012 às 09h30:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/ISRAEL 21
Foto: Divulgação/ISRAEL 21
Foto: Divulgação/ISRAEL 21
Kit usado para detecção de superbactérias Kit usado para detecção de superbactérias Prof. Nathan Citri, responsável pela criação do kit
  « Anterior
Próxima »  
Kit usado para detecção de superbactérias
Kit usado para detecção de superbactérias
Prof. Nathan Citri, responsável pela criação do kit

Uma nova tecnologia, desenvolvida por um cientista de 91 anos de idade da Universidade Hebraica de Jerusalém, em Israel, pode ser a arma mais potente contra a infecção hospitalar já criada até os dias de hoje.

O dispositivo projetado pelo médico Nathan Citri é capaz de identificar várias bactérias por meio de uma amostra de sangue ou de urina em um tempo rápido o suficiente para evitar que elas se espalhem pelo corpo do paciente.

Atualmente, os pacientes esperam até cinco dias para obter um tratamento baseado em evidências, tempo durante o qual a infecção costuma se espalhar rapidamente.

Dispostos em um formato de matriz, os kits são modulares, assim podem ser construídos por encomenda e feitos para verificar a presença de várias bactérias, de acordo com a necessidade.

Segundo os pesquisadores, o que é extremamente novo sobre o kit de diagnóstico é que ele também fornece informações sobre o tipo de antibiótico que pode ser útil contra determinada infecção, seja no trato respiratório inferior, trato urinário, intestinos ou no abdômen.

Os kits são feitos para produzir uma reação química na presença de beta-lactamases, enzima encontrada em todas as bactérias multiresistentes a drogas. Se a amostra de urina ou sangue contém uma espécie de bactéria conhecida por destruir os antibióticos localizados em uma determinada parte da matriz, em poucos minutos uma mudança de cor avisa isso aos médicos.

A Universidade Hebraica de Jerusalém fez um acordo com a empresa britânica BioConnections para comercializar o produto.

"Estamos convencidos de que a invenção vai melhorar o atendimento ao paciente, salvando vidas, diminuindo internações e reduzindo significativamente os custos de saúde. Os primeiros kits estão nas últimas fases de desenvolvimento, e devem chegar ao mercado dentro de alguns meses", revela Ken Denton, da BioConnections.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Infecção hospitalar    kit de diagnóstico    Universidade Hebraica de Jerusalém    Nathan Citri   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.