Ciência e Tecnologia
publicado em 09/03/2012 às 16h20:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Manipulação genética melhora o crescimento de células cerebrais ligadas ao aprendizado e melhora os efeitos dos antidepressivos.

Pesquisadores do UT Southwestern Medical Center identificaram uma manipulação genética capaz de aumentar o desenvolvimento de neurônios no cérebro durante o envelhecimento e potencializar o efeito de medicamentos antidepressivos.

A pesquisa verificou que a exclusão do gene NF1 nos ratos resulta em melhorias de longa duração na neurogênese, o que, por sua vez, torna os do grupo de teste mais sensíveis aos efeitos dos antidepressivos.

"A implicação importante deste trabalho é que melhorar a neurogênese sensibiliza os ratos aos antidepressivos - o que significa que eles necessitam de doses menores dos medicamentos para afetar seu 'humor' - e também parece ter efeitos anti-depressivos e anti-ansiedade próprios, que continuam ao longo do tempo", disse Luis Parada, diretor do Kent Waldrep Center for Basic Research on Nerve Growth and Regeneration e autor sênior do estudo publicado na Journal of Neuroscience.

Assim como nas pessoas, os ratos produzem novos neurônios durante a vida adulta, embora a taxa decline com a idade e o estresse, disse Parada. Estudos demonstraram que a aprendizagem, o exercício, a terapia eletroconvulsiva e alguns antidepressivos podem aumentar a neurogênese. Os passos do processo são bem conhecidos mas os mecanismos celulares por trás destes passos não são.

"Na neurogênese, as células-tronco no hipocampo dão origem às células precursoras neuronais que eventualmente se tornam neurônios jovens, que continuam a se desenvolver até tornarem-se neurônios maduros que se integram com as sinapses do cérebro", disse Parada, membro eleito da prestigiada National Academy of Sciences, do seu Instituto de Medicina e da Academia Americana de Artes e Ciências.

Os pesquisadores utilizaram um processo sofisticado para excluir o gene que codifica para a proteína NF1 apenas nos cérebros dos ratos, enquanto a produção nos outros tecidos continuou normalmente. Depois de mostrar que os ratos sem a proteína NF1 no cérebro tiveram mais neurogênese do que os controles, os pesquisadores administraram testes comportamentais concebidos para imitar as situações que provocariam um modo suave ou ansiedade, tais como observar o comportamento de limpeza em resposta a um pequeno esguicho de água açúcar.

Os pesquisadores descobriram que os ratos do grupo de teste formaram mais neurônios ao longo do tempo em comparação aos controles, e que os ratos jovens sem a proteína NF1 precisavam de quantidades muito menores de anti-depressivos para combater os efeitos do estresse. As diferenças de comportamento entre os grupos persistiram aos três meses, aos seis meses e aos nove meses. "Os ratos mais velhos sem a proteína responderam como se tivessem tomado antidepressivos durante todas as suas vidas. Em resumo, este trabalho sugere que a ativação das células precursoras neurais pode melhorar diretamente os comportamentos relacionados à depressão e à ansiedade e fornecem uma prova de princípio quanto à viabilidade de regulamentar o comportamento por meio da manipulação direta da neurogênese adulta", disse Parada.

Fonte: UENF
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
manipulação genética    neurogênese    desenvolvimento dos neurônios    drogas antidepressivas    humor    aprendizagem   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.