Geral
publicado em 07/03/2012 às 11h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Venilton Kuchler/AEN
Foto: Venilton Kuchler/AEN
Reunião realizada para instalação do Grupo de Técnico de Trabalho que vai avaliar as condições do maquinário industrial paranaense. De acordo com o secretário da Saúde, Michele Caputo Neto, o próximo passo é reduzir ou eliminar o número de casos de acidentes no trabalho.
  « Anterior
Próxima »  
Reunião realizada para instalação do Grupo de Técnico de Trabalho que vai avaliar as condições do maquinário industrial paranaense.
De acordo com o secretário da Saúde, Michele Caputo Neto, o próximo passo é reduzir ou eliminar o número de casos de acidentes no trabalho.

Um equipe de técnicos do Paraná vai avaliar as condições do maquinário industrial do estado para identificar fontes de risco a saúde nos locais de trabalho. O objetivo é estabelecer estratégias para garantir a segurança e a integridade física dos trabalhadores. Na última segunda-feira (6), foi realizada a reunião de instalação do Grupo de Técnico de Trabalho em Curitiba.

Segundo o secretário da Saúde, Michele Caputo Neto, o estado mantém um sistema de monitoramento que permite analisar os principais tipos de acidentes de trabalho registrados no Paraná. A partir de 2011, o serviço foi aprimorado, tornando obrigatória as notificações de doenças e agravos relacionados ao trabalho, para que as informações sejam avaliadas pelo governo do estado.

De acordo com os dados apresentados nesta segunda-feira (6) pelo Centro Estadual de Saúde do Trabalhador (Cest), os acidentes de trabalho e doenças ocupacionais são uma das maiores causas para a aposentadoria precoce no Brasil. Além disso, nos últimos anos o país registra um óbito relacionado ao trabalho a cada 3 horas e 30 minutos. No Paraná esse número chega a uma morte por dia.

O número de amputações e esmagamentos em decorrência do trabalho também é alarmante no estado. "Só de amputações foram registrados 911 casos em 2010, sendo que a maior causa foi o manuseio de máquinas inadequadas ou fora das normas de segurança e proteção do trabalhador", destacou o diretor do Cest, José Lúcio dos Santos. A construção civil ainda lidera o ranking do ramo de atividade com o maior número de casos acidentes, seguidos da indústria e trabalho rural.

O grupo é coordenado pela Secretaria da Saúde, em parceria com a Secretaria do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, e tem o prazo de 120 dias para apresentar um estudo indicando diretrizes para a adequação ou substituição de máquinas do parque industrial do Paraná.

Para o superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz, a responsabilidade do desenvolvimento de ações de orientação e fiscalização das indústrias é dos municípios, contudo, o governo reforça esse trabalho através dos Centros Regionais de Saúde do Trabalhador (Cerest). "Caso o trabalhador esteja sendo exposto a algum tipo de risco, ele deve denunciar e buscar os seus direitos junto às instituições de proteção ao trabalhador". Outro caminho é procurar os Cerest' s ou os Núcleos de Saúde do Trabalhador, que estão distribuídos em 22 regiões do estado.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
saúde do trabalhador    indústria    Centro Estadual de Saúde do Trabalhador    Cest    Paraná    Grupo de Técnico de Trabalho    Centro Regional de Saúde do Trabalhador    Cerest   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.