Geral
publicado em 06/03/2012 às 16h50:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Ohio State University
Dr. Michael A. Caligiuri, principal investigador do estudo
  « Anterior
Próxima »  
Dr. Michael A. Caligiuri, principal investigador do estudo

Pesquisadores da Ohio State University, nos Estados Unidos, descobriram que um tipo essencial de célula imunológica pode se desenvolver nas amígdalas dos seres humanos.

A descoberta, publicada no Journal of Clinical Investigation, contraria estudos anteriores que sugerem que as chamadas células T se desenvolvem apenas no timo, um órgão do sistema imune que fica sobre o coração.

O estudo tem potencial para melhorar a compreensão sobre o papel das células T nos cânceres e em doenças auto-imunes.

A equipe, liderada pelo pesquisador Michael A. Caligiuri, identificou as células T em cinco estágios distintos de desenvolvimento na amígdala. Estas fases foram muito semelhantes aos estágios das células T presentes no timo.

O estudo também descobriu que as células se desenvolvem em uma determinada região da amígdala.

"Sabemos há muito tempo que um timo funcional é necessário para desenvolver um repertório completo de células T, mas a existência de uma fábrica de células T fora do timo tem sido controversa. Nosso estudo esclarece essa dúvida. Conseguimos descrever, pela primeira vez, um modelo abrangente, passo a passo para o desenvolvimento de células T fora do timo" , explica Caligiuri.

A pesquisa também levanta uma série de perguntas. Caligiuri observa que ainda não está claro se as células T que se desenvolvem na amígdala também amadurecem por lá ou se elas deixam a amígdala para amadurecer em outro lugar.

De acordo com a autora do trabalho, Susan McClory, as implicações completas deste fenômeno para a saúde humana e para várias doenças ainda não são totalmente conhecidas. "Esta descoberta pode ser importante no entendimento de condições como o câncer e doenças auto-imunes, ou pode ainda sugerir um local para o desenvolvimento de células T quando a função do timo é pobre", afirma McClory.

De modo geral, o trabalho sugere que as amígdalas servem como uma fábrica de células T, juntamente com o timo. A equipe espera agora realizar estudos adicionais para explorar novas possibilidades dessas células.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Células imunes    Amígdala    Ohio State University    Michael A. Caligiuri    Susan McClory   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Células imunes    amígdala    Ohio State University    Michael A. Caligiuri    Susan McClory   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.