Geral
publicado em 02/03/2012 às 17h25:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Novo tratamento com vitamina D, divulgado no Journal Biology of Reproduction,. reduziu o tamanho dos miomas uterinos em ratos de laboratório predispostos a desenvolver tumores benignos, relataram os pesquisadores financiados pelo National Institutes of Health.

"Os resultados do estudo fornecem uma nova pista promissora na busca de um tratamento não-cirúrgico para os miomas que não afetam a fertilidade", disse Louis De Paolo, chefe do Departamento de Ciências Reprodutivas do Eunice Kennedy Shriver National Institute of Child Health and Human Development, que financiou o estudo.

Para o estudo atual, os pesquisadores testaram o tratamento com vitamina D em uma linhagem de ratos geneticamente predispostos a desenvolver miomas. Depois de examinar os animais e de confirmar a presença de miomas em 12 deles, os pesquisadores dividiram os ratos em dois grupos de seis cada: aqueles que receberiam vitamina D e os que não receberiam.

No primeiro grupo, pequenas bombas implantadas sob a pele entregam uma dose contínua de vitamina D durante três semanas. Os pesquisadores examinaram então os animais em ambos os grupos. Os miomas aumentaram em tamanho nos ratos não tratados, mas, nos ratos que receberam a vitamina D, os tumores tinham diminuído dramaticamente. Em média, os miomas uterinos no grupo que recebeu a vitamina D foram 75% menores do que os do grupo não tratado.

A quantidade de vitamina D que os ratos receberam a cada dia era equivalente a uma dose humana de cerca de 1.400 unidades internacionais. A quantidade recomendada de vitamina D para adolescentes e adultos com 70 anos de idade ou menos é de 600 unidades por dia, embora até 4 mil unidades seja uma dosagem considerada segura para crianças acima de 9 anos de idade, para os adultos e para as mulheres grávidas e para as que estão amamentando.

" São necessárias pesquisas adicionais para confirmar a vitamina D como um potencial tratamento para mulheres com miomas uterinos. Mas ela é também um nutriente essencial para a saúde dos músculos, ossos e do sistema imunológico, e é importante para todos receber uma quantidade adequada da vitamina", disse Al-Hendy.

Os miomas uterinos são os tumores benignos mais comuns entre as mulheres em idade fértil. Crescem dentro e em torno da parede do útero. Trinta por cento das mulheres com idades entre 25 e 44 anos relatam sintomas relacionados ao mioma, tais como dor lombar, sangramento vaginal intenso ou períodos menstruais dolorosos.

Eles também estão associados com a infertilidade e com complicações na gravidez como aborto ou parto prematuro. Além da remoção cirúrgica do útero, há poucas opções de tratamento para as mulheres que sofrem sintomas graves relacionados aos miomas e cerca de 200 mil mulheres americanas se submetem ao procedimento a cada ano. Uma análise recente por cientistas do NIH estimou que o custo econômico dos miomas para os Estados Unidos, em termos de despesas de saúde e perda de produtividade, pode ser superior a 34 bilhões de dólares por ano.

Os miomas são de três a quatro vezes mais comum nas mulheres afro-americanas do que nas mulheres brancas. Além disso, as mulheres afro-americanas têm cerca de 10 vezes mais chances de ter deficiência de vitamina D do que as mulheres brancas. Nos estudos anteriores, os autores do estudo descobriram que a vitamina D inibiu o crescimento das células fibroides humanas em culturas de laboratório.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Vitamina D    Miomas    Miomas uterinos    Tumores uterinos    Idade fértil    Trabalho de parto prematuro    Aborto   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
vitamina D    miomas    miomas uterinos    tumores uterinos    idade fértil    trabalho de parto prematuro    aborto   
Comentários:
Comentar
Sueli
postado em:
21/10/2010 13:12:22
Na Inglaterra foi feito um estudo para determinar a segurança das doses de Vitamina D e concluiu-se que é possível tomar 10.000 UI por dia com larga margem de segurança. Eu estava com deficiência (23ng/ml) e o meu médico, que é especialista nesse assunto, prescreveu-me 15.000 UI por dia. A mudança foi extraordinária. Quem tem esclerose múltipla trata-se com doses acima de 20.000 UI, porém nesse caso é preciso fazer dieta de restrição de cálcio, ou seja, não consumir leite nem laticínios e hidratar-se com mais de 2,5 litros todo dia.
carmen
postado em:
21/10/2010 13:12:22
qual a dose diaria de vitamina D ( gotas 1000ui, para o tratamento dos miomas?estou tomando vitamina D tem um mes mais ou menos...vou fazer 52 anos em outubro , e ja senti muita mudança com a vitamina D, acho eu é da vitamina. grataCarmen
Maria José Lara de Bretas Pereira
postado em:
03/06/2012 14:25:19
Achei este comentário interesante. Eu, a Dalava e a Luiza estamos todas com sérias deficiências de vitamina D e estamos fazendo uso de medicamentos suplementares. Quem sabe vale a pena vc medir o nível dessa vitamina num exame de sangue?
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.