Ciência e Tecnologia
publicado em 21/02/2012 às 09h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

A tuberculose (TB) mata quase 2 milhões de pessoas por ano no mundo, e é cada vez mais resistente aos antibióticos utilizados para tratá-la, mas há poucos novos medicamentos em desenvolvimento. A doxiciclina foi introduzida em 1967 e é utilizada para tratar uma vasta gama de infecções bacterianas, mas até agora não foi reconhecida por ser eficaz contra a TB. No entanto, estudo, publicado na American Journal of Respiratory and Critical Care Medicine, sugere que a doxiciclina pode parar o crescimento de bactérias e também prevenir que a doença danifique os pulmões.

No ano passado, os pesquisadores na Imperial College London descobriram que a TB aumenta a produção de uma enzima chamada MMP-1, e que esta enzima é responsável pela destruição do tecido pulmonar.

Agora, eles descobriram que a doxiciclina suprime a produção da enzima destruidora de tecido nas células humanas infectadas pela tuberculose. Eles descobriram também que a doxiciclina inibe diretamente o crescimento das bactérias em porquinhos da índia - um resultado surpreendente pois a droga tem sido amplamente utilizada como um antibiótico por mais de 40 anos, mas não foi considerada eficaz contra a TB.

"O tratamento da tuberculose manteve-se inalterado por mais de 30 anos, e estirpes totalmente resistentes aos medicamentos estão surgindo, por isso há uma necessidade real de novas drogas. Como a doxiciclina é barata, segura e amplamente disponível em todo o mundo em desenvolvimento, pode ser um tratamento útil para a TB que pode ser utilizado em locais com poucos recursos. Nossos resultados até agora são promissores, mas foram observados apenas em células humanas e modelos animais. Esperamos realizar um ensaio clínico em breve para testar se a doxiciclina é eficaz no combate à tuberculose nos pacientes", disse Paul Elkington, do Departamento de Medicina da Imperial College London, que liderou o estudo.

Os pesquisadores descobriram evidência adicional do efeito antibiótico da doxiciclina em bactérias da TB cultivadas em um caldo. Quanto maior a concentração de doxiciclina, menor é a taxa de crescimento bacteriano.

Eles também estudaram pacientes com TB infectados pelo HIV na África do Sul para procurar mais provas de que a MMP-1 é responsável pela destruição do tecido pulmonar. Eles descobriram que as concentrações desta enzima foram suprimidas nas pessoas com infecção por HIV avançada, explicando pela primeira vez por que estes pacientes não sofrem uma destruição pulmonar tão extensa quando têm TB.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Tuberculose    Tecido pulmonar    Antibióticos    Resistência a antibióticos    Doxiciclina   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
tuberculose    tecido pulmonar    antibióticos    resistência a antibióticos    doxiciclina   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.