Artigo
publicado em 15/02/2012 às 16h21:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Assistimos diariamente na TV o que vem afetando a comunidade mundial. A nosso ver tudo ocorre pelo fato de que os investimentos estão sendo destinados de forma inadequada. O que os políticos e governantes entendem por " despesas" , deveriam ser entendidos como investimentos, direcionados de forma adequada à saúde, educação, seguido de seus complementos, trabalho, segurança e justiça.

Profissionais como médicos e professores que trabalham nos setores públicos têm salários humilhantes e não possuem planos de carreira. Contrapondo-se aos elevados salários pagos nos poderes executivo, legislativo e judiciário.

O uso de drogas licita e ilícitas, muitas vezes associado aos transtornos mentais, provocam um aumento de 60% dos acidentes de trânsito graves, de 6ª a noite à domingo.

Assistimos diariamente noticiários, sempre relacionados a um tipo de violência. A principal delas, o suicídio, geralmente provocada por pessoas acometidas por doenças como depressão, causando sessenta mil mortes por ano no Brasil. A segunda causa, o homicídio, provoca mais de cinqüenta mil mortes por ano no Brasil, 25% provocados por pessoas com distúrbio afetivo segundo estatísticas. A terceira causa se relaciona às mortes no trânsito, com mais de quarenta mil mortes, entre outras mutilações e prejuízos. Tragédias essas muitas vezes relacionadas ao uso de drogas sejam elas lícitas ou ilícitas.

Neste panorama caótico deveríamos nos perguntar: Porque nossos hospitais e presídios estão sem vagas? Por que 80% dos presos voltam aos presídios? E porque os pacientes voltam aos hospitais?

Podemos imaginar que no caso dos presídios, os sujeitos acabam tendo disponível comida, benefícios sociais e drogas. Tornando a política de investimentos falha, pois o custo mensal de um detento acaba sobrepondo-se ao custo investido em prevenção com educação e saúde.

As formas de legislar o país no tratante a reeducação deve ser revista, o presídio não pode ser somente punição, deve ter cunho educativo, recuperativo, reeducando de forma social, psicológica e mental. Devemos apostar em um sistema de reinserção e recuperação que antes de penalizar, possa estar direcionado a compreender quais as causas que levaram o sujeito a cometer o crime. Problemas sociais, financeiros, mentais? A nosso ver 11% dos nossos presos tem problemas mentais,necessitamos de assistente sociais,psiquiatras e psicólogos nos presídios que não deve ser só prisão com punição mas com recuperação educacional ,social e para o trabalho .

Graças à ousadia de nossa mente, nossa inteligência, corajosamente o mundo se desenvolve tecnologicamente com uma rapidez incontrolável, no entanto temos gravado em nossa história cultural tiranias políticas, ditaduras e até mesmo por vezes o controle da própria igreja com favorecimento do domínio doentio.

Reformular os sistemas punitivos, desenvolvendo um trabalho social direcionado ao entendimento das patologias, que levam o sujeito a cometer delitos, de medo a oferecer e observando sua reinserção no âmbito social, certamente significará um avanço no que toca as questões na compreensão do ser humano.

O uso de tornozeleiras, para quem se encontra na condicional poderá vir a facilitar o acompanhamento e a recuperação dos sujeitos patológicos.

Enfim, devemos pensar que o investimento na pessoa humana, não está baseado no pensamento que visa somente custos, porém vislumbra novas perspectivas, cada vez mais humanas.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Violência    Política    Investimentos    Saúde    Educação    Estado    Segurança    Justiça   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
violência    política    investimentos    saúde    educação    estado    segurança    justiça   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.