Geral
publicado em 15/02/2012 às 16h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Visando ao diagnóstico mais rápido da retinopatia da prematuridade (ROP), doença que afeta bebês prematuros, a Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro firmou parceria com o Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira (IFF/Fiocruz) para a implementação de um programa de prevenção da cegueira por ROP através do diagnóstico e tratamento precoce, além da capacitação de profissionais envolvidos no cuidado neonatal. O programa, através de parceria com a Christoffel Blindenmission (Alemanha) e o Standard Chartered Bank (Inglaterra), fará a doação de equipamentos para o diagnóstico e tratamento da doença.

Na primeira fase da parceria, realizada em 2011, enfermeiros e neonatologistas de unidades hospitalares com UTI neonatal na rede estadual participaram do treinamento no IFF. A capacitação prossegue em 2012 e os oftalmologistas treinados já começaram a realizar os exames. "Tanto para realizar o exame, quanto para o tratamento, é necessário treinamento. Porém, é um processo relativamente simples se comparado com outros procedimentos de uma UTI neonatal", compara a oftalmologista Andréa Zin, coordenadora do Programa de Prevenção à Cegueira por Retinopatia na Prematuridade. A conscientização que acompanha a retinopatia traz a reboque uma série de outras preocupações com o cuidado do recém-nascido prematuro", completa.

A doença e os prematuros

A ROP atinge especialmente os prematuros pois seu olho ainda não está completamente formado. Por estar intimamente ligada aos prematuros, a retinopatia está relacionada às práticas de cuidados neonatais. A administração e o monitoramento inadequados de oxigênio, infecção, controle de temperatura inadequado podem propiciar o desenvolvimento da ROP dos bebês nas UTIs neonatais, infecções, quando há problemas de nutrição e de controle de temperatura e de dor. "Quanto mais estresse para o recém-nascido prematuro, maior o consumo de oxigênio e maiores as chances de ele desenvolver a retinopatia", afirma Andréa Zin.

Exames de diagnóstico

O exame é indicado para prematuros e pode ser feito a partir da 4ª semana de vida do recém-nascido, com o aparelho oftalmoscópio binocular indireto. Esse exame se repete a cada duas semanas até a 40ª semana, quando a retina do bebê já está totalmente vascularizada. A doença pode se manifestar de forma branda - pode regredir sozinha - e de forma mais agressiva, podendo levar à cegueira do bebê.

"Esta parceria é importante para melhorar o diagnóstico e diminuir os casos de cegueira neonatal", afirma Jorge Calás, coordenador de Maternidades da SES-RJ. Os hospitais que participam do Programa receberão em breve os aparelhos oftálmicos - para diagnóstico- e o laser móvel, para tratamento. Ele será deslocado entre as unidades de acordo com a necessidade de operação.

Programa na América Latina

O Programa de Prevenção à Cegueira por ROP também está sendo desenvolvido em Lima, no Peru. Lá, desde o início do treinamento, foram tratadas cerca de 20% dos recém-nascidos examinados, um número altíssimo. O ideal é que o tratamento fique em torno de 2% a 4%. "A porcentagem de crianças que chegam à fase de tratamento é um reflexo dos cuidados dispensados nas UTIs neonatais. Quanto mais cuidados, menos bebês desenvolvem a doença e necessitam ser tratados. Esse é o nosso objetivo com o programa", analisa a coordenadora do Programa, Andréa Zin.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Retinopatia    Cegueira    Diagnóstico    Bebês    Retinopatia da prematuridade    ROP    Fiocruz    Fundação Oswaldo Cruz   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
retinopatia    cegueira    diagnóstico    bebês    retinopatia da prematuridade    ROP    Fiocruz    Fundação Oswaldo Cruz   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.