Geral
publicado em 11/02/2012 às 08h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Arizona State University
Foto: University of Vermont
Cheryl Nickerson, integrante da equipe de pesquisa Daniel Weiss, principal investigador do estudo
  « Anterior
Próxima »  
Cheryl Nickerson, integrante da equipe de pesquisa
Daniel Weiss, principal investigador do estudo

Pesquisadores da Arizona State University, nos Estados Unidos, exploram uma abordagem radicalmente nova para o desenvolvimento de tecido pulmonar viável e adequado para transplante em pessoas que sofrem de doenças pulmonares graves como câncer de pulmão, enfisema ou fibrose.

Se bem sucedida, a técnica pode, finalmente, fornecer uma fonte quase ilimitada de tecido pulmonar de doadores, evitando a rejeição do organismo receptor, o que tem minado o transplante de órgãos.

Para os pacientes que sofrem de doenças pulmonares graves, o transplante de tecido pulmonar saudável oferece a melhor chance de sobrevivência. O procedimento cirúrgico, no entanto, enfrenta dois desafios principais: uma escassez aguda de doadores e a rejeição do tecido transplantado pelo sistema imunológico do paciente.

Enquanto algumas estruturas biológicas, incluindo bexiga e pele, podem ser cultivadas em laboratório, a construção de um órgão complexo como um pulmão a partir do zero não é possível com as tecnologias atuais.

O novo método dos pesquisadores, no entanto, envolve técnicas de última geração da engenharia de tecidos. Quando um órgão é extraído de um cadáver, os médicos retiram quimicamente suas células, um processo conhecido como descelularização, deixando para trás uma arquitetura delicada da matriz extracelular. Este suporte é então rescelularizado, isto é, repovoado com células estaminais desenhadas a partir de tecidos do receptor.

Apesar de estarem presentes em todos os organismos multicelulares, as células-tronco são entidades biológicas excepcionais. Diferentes tipos de células-tronco estão sendo investigados neste estudo para o repovoamento bem sucedido dos suportes pulmonares descelularizados. Estes tipos de células incluem as células-tronco pluripotentes e multipotentes.

A hipótese de trabalho da equipe, liderada por Daniel Weiss, é que, quando as células estaminais são aplicadas ao suporte pulmonar descelularizado, elas tomam conta de toda a estrutura, diferenciando-se no tecido e na vasculatura de um pulmão normal. Os pesquisadores acreditam que forças químicas e mecânicas dirijam essa metamorfose.

"Este processo de diferenciação de células estaminais e reconstrução é possível colocando as células em um bioreator de parede rotativa, um dispositivo que circula suavemente fluido e oxigênio através das células, de tal modo a imitar as mesmas condições do desenvolvimento fetal", explica a pesquisadora Cheryl Nickerson.

Os pesquisadores acreditam que o suporte descelularizado submetido a este ambiente vai ajudar a orientar as células-tronco a aderirem a este modelo para se transformarem nos tipos de células essenciais para o funcionamento de um pulmão. Como o órgão de substituição é construído com as próprias células do receptor, os problemas de rejeição imunológica são mínimos.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Transplante de pulmão    pulmões    rescelularização    enfisema    Arizona State University    Cheryl Nickerson   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.