Ciência e Tecnologia
publicado em 09/02/2012 às 08h55:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Neurocientistas da UCLA demonstraram que é possível reforçar a memória de pacientes humanos, ao estimular um entroncamento essencial no cérebro. Publicada na New England Journal of Medicine, a descoberta pode levar a um novo método para aumentar a memória dos pacientes com doença de Alzheimer inicial.

A equipe da UCLA focou-se em um local do cérebro chamado córtex entorrinal que é considerado a porta de entrada para o hipocampo, que ajuda a formar e a guardar memórias, o córtex entorrinal desempenha um papel crucial na transformação da experiência diária em memórias duradouras.

"O córtex entorrinal é a porta de ouro para o computador central da memória cerebral. Toda as experiências visuais e sensoriais que acabamos submetendo à memória entram por esta porta para o hipocampo. Nossas células cerebrais devem enviar sinais por meio deste centro, para poder formar memórias que mais tarde possamos recordar conscientemente", disse o autor sênior Itzhak Fried, professor de neurocirurgia na David Geffen School of Medicine da UCLA.

Fried e seus colegas acompanharam sete pacientes com epilepsia que já tiveram eletrodos implantados em seus cérebros para identificar a origem de suas convulsões. Os pesquisadores monitoraram os eletrodos para registrar a atividade dos neurônios enquanto as memórias estavam sendo formadas.

O uso de um vídeo game com as características de um táxi, passageiros virtuais e uma ciber-cidade, os pesquisadores testaram se a estimulação cerebral profunda do córtex entorrinal ou do hipocampo alterava a memória. Os pacientes desempenharam o papel de motoristas de táxi que pegavam os passageiros e percorriam toda a cidade para levá-los a uma das seis lojas solicitadas.

"Quando estimulamos as fibras nervosas no córtex entorrinal dos pacientes durante o aprendizado, depois eles reconheceram pontos de referência e percorreram as rotas mais rapidamente. Eles ainda aprenderam a pegar atalhos, refletindo uma melhor memória espacial. Principalmente, foi o estímulo à porta de entrada para o hipocampo - e não o hipocampo em si - que provou-se eficaz", disse Fried.

O uso da estimulação apenas durante a fase de aprendizagem sugere que os pacientes não precisam passar por estimulação contínua para aumentar a sua memória, mas apenas quando estão tentando obter informações importantes, Fried observou. Isto pode abrir caminho para os dispositivos neuro-protéticos que podem ser ativados durante fases específicas do processamento de informações ou das tarefas diárias.

Seis milhões de americanos e 30 milhões de pessoas no mundo são diagnosticadas com a doença de Alzheimer a cada ano. O distúrbio progressivo é a sexta causa de morte nos Estados Unidos e a quinta causa principal de morte para aqueles com 65 anos e mais velhos.

"Perder a nossa capacidade de lembrar de eventos recentes e formar novas memórias é uma das mais temidas aflições da condição humana. Nossos resultados preliminares fornecem provas para sustentar um possível mecanismo para melhorar a memória, principalmente quando as pessoas envelhecem ou sofrem de demência precoce. Ao mesmo tempo, estudamos uma pequena amostra de pacientes, para que os nossos resultados fossem interpretados com cautela", disse Fried.

Estudos futuros vão determinar se a estimulação cerebral profunda pode melhorar outros tipos de recordação, como as memórias verbais e autobiográficas. Nenhum efeito adverso da estimulação foi relatado pelos sete pacientes.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Memória    Mal de Alzheimer    Hipocampo    Epilepsia    Convulsões   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
memória    mal de Alzheimer    hipocampo    epilepsia    convulsões   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.