Geral
publicado em 06/02/2012 às 15h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Pesquisadores da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, desvendaram um grupo de células-tronco adultas presentes no músculo que responde à prática de exercícios.

A descoberta pode levar a novas terapias que utilizam essas células para reabilitação de músculos danificados e para restaurar a perda de massa muscular relacionada à idade.

Células-tronco mesenquimais (MSCs) presentes no músculo esquelético têm sido conhecidas pela importância no reparo do músculo em resposta a lesões não-fisiológicas, predominantemente em resposta a injeções químicas que danificam o tecido do músculo e induzem a inflamação.

A pesquisa, liderada pelo professor Marni Boppart, mostrou que as MSCs também responderam a tensão durante a prática de exercício físico.

"Já que o exercício pode induzir lesões, como parte do processo de remodelação após a deformação mecânica, nós nos perguntamos se o acúmulo de MSCs foi uma resposta natural ao exercício e se essas células contribuíram para processo de crescimento e regeneração que ocorre após o exercício", explica Boppart.

Os pesquisadores descobriram que as células-tronco no músculo são muito sensíveis à tensão mecânica. Eles notaram acúmulo de MSCs em músculos de camundongos depois de exercício vigoroso. Então, eles determinaram que, apesar dessas células não contribuírem diretamente para a construção de novas fibras musculares, elas liberam fatores de crescimento que estimulam outras células no músculo para fundir e gerar novos músculos, fornecendo a base celular para a melhor saúde muscular após os exercícios.

Um elemento chave para o método da equipe foi exercitar os camundongos antes de isolar as células para ativar a secreção de fatores de crescimento benéficos. Então, eles tingiram as células com um marcador fluorescente e as injetaram em outros camundongos para ver como as células-tronco mesenquimais trabalharam em conjunto com outras células formadoras de músculo.

Além de examinar as células in vivo, os pesquisadores estudaram a resposta das células a diferentes substratos. Eles descobriram que a resposta das MSCs é muito sensível para o meio ambiente mecânico, indicando que as condições do músculo afetam a atividade das células.

"Essas descobertas são importantes porque nós identificamos uma célula-tronco adulta no músculo que pode ajudar a entender como os músculos se recuperam com terapias. O fato de MSCs no músculo terem o potencial de liberar altas concentrações do fator de crescimento para o sistema circulatório durante o exercício também nos faz pensar se elas fornecem um elo crítico entre a saúde do corpo inteiro e a participação em atividades físicas de rotina", afirma Boppart.

O grupo agora espera determinar se essas células contribuem para o declínio na massa muscular ao longo tempo de vida de uma pessoa. Os dados preliminares sugerem que as células-tronco se tornam deficientes no músculo com o envelhecimento. A equipe espera desenvolver uma terapia combinatória que utiliza estratégias moleculares baseadas em células-tronco para prevenir a perda muscular relacionada à idade.

"Embora o exercício seja a melhor estratégia para preservar o músculo à medida que envelhecemos, alguns indivíduos não são capazes de efetivamente se envolver na atividade física. A deficiência pode limitar as oportunidades para o crescimento muscular. Estamos trabalhando para entender como podemos utilizar melhor essas células de forma eficaz para preservar a massa muscular e impedir a atrofia", conclui Boppart.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Exercício físico    células-tronco    células-tronco mesenquimais    Universidade de Illinois    Marni Boppart   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.