Saúde Pública
publicado em 03/02/2012 às 13h14:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Arte: MS
Arte: MS
Foto: Erasmo Salomão/ASCOM/MS
Cartaz da Campanha voltado para os travestis Cartaz da Campanha voltado para os homossexuais Alexandre Padilha, Ministro da Saúde, lança na quadra da Acadêmicos da Rocinha, no Rio de Janeiro (RJ), a Campanha de Prevenção à Aids no Carnaval 2012
  « Anterior
Próxima »  
Cartaz da Campanha voltado para os travestis
Cartaz da Campanha voltado para os homossexuais
Alexandre Padilha, Ministro da Saúde, lança na quadra da Acadêmicos da Rocinha, no Rio de Janeiro (RJ), a Campanha de Prevenção à Aids no Carnaval 2012

Pela primeira vez que o Ministério da Saúde apresenta um material específico para alertar sobre a prevenção ao HIV ao público travesti na campanha de Carnaval. Para estimular o sexo seguro durante o período de festas, o Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais lançou, nesta semana, no Rio de Janeiro, uma campanha voltada para jovens de 15 a 24 anos, principalmente gays.

Outros dois pôsteres da campanha direcionam-se aos jovens gays e à população heterossexual. Em um dos cartazes, um rapaz e uma travesti aparecem juntos, como um casal. A ideia é mostrar que esse tipo de situação é " normal" e que o único problema em qualquer relação de Carnaval é se esquecer do uso da camisinha.

Segundo o Ministério da Saúde, assim como nos anos anteriores, serão veiculadas mensagens incentivando a realização do teste de HIV depois do período de folia. As ações incluem cartazes, anúncios na televisão, no rádio, bonés, entre outros materiais.

Críticas

Eduardo Soares, articulador de Educomunicação da Pastoral da Juventude de uma arquidiocese no Pará, avaliou que a inclusão de travestis pode aumentar a visibilidade do público de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transgêneros (LGBT) em outros ministérios. Ele tece algumas críticas. " O material resume o carnaval somente a sexo. A frase ´isso rola muito´ poderia ser trocada por outra expressão de cuidado com a saúde" .

Kleber Mendes, ativista no Paraná integrante da Rede Nacional de Adolescentes e Jovens Vivendo com HIV/Aids, disse que a forma como os cartazes foram contextualizados contribui para o estigma. " Mostram a travesti em um beco, os gays em uma balada e um casal heterossexual na praia, com uma ambientação romantizada" . Segundo ele, a campanha deixa de contemplar o olhar do movimento social.

Marta McBritton, coordenadora do Instituto Cultural Barong, de São Paulo, gostou da forma como os diferentes públicos foram apresentados no material gráfico. " Os casais receberam o mesmo tratamento de imagem e cenário semelhante, traduzindo a `normalidade` das relações héteros, homossexuais e com travestis" . Marta acredita que é fundamental haver uma avaliação do impacto das ações feitas durante o Carnaval.

Vídeos na TV e internet

Os filmes a serem transmitidos pela TV e internet apresentam situações em que os públicos-alvos da campanha: homens gays jovens e um casal heterossexual encontram-se prestes a ter relações sexuais sem camisinha. Em ambos os filmes, surgem personagens fantasiosos - uma fadinha, no caso do filme do casal gay, e um siri, no casal heterossexual - com um preservativo. Ao final, em ambos os vídeos é apresentada a mensagem: " Na empolgação rola de tudo. Só não rola sem camisinha. Tenha sempre a sua."

Para ver as peças da campanha, acesse o link aqui.

Tema

A campanha de carnaval deste ano dá prosseguimento à Campanha do 1º de Dezembro Dia Mundial de Luta contra a Aids, quando os jovens gays de 15 a 24 anos foram indicados como público prioritário.

O Boletim Epidemiológico DST/Aids divulgado em dezembro do ano passado mostra que a epidemia tem crescido nessa população nos últimos anos. De 1998 a 2010, o percentual de casos na população heterossexual de 15 a 24 anos caiu 20,1%. Entre os gays da mesma faixa etária, no entanto, houve aumento de 10,1%. No ano passado, para cada 16 homossexuais dessa faixa etária vivendo com aids, havia 10 heterossexuais. Essa relação, em 1998, era de 12 para 10.

Na população geral de 15 a 24 anos, entre 1980 e 2011, foram diagnosticados 66.698 casos de aids, sendo 38.045 no sexo masculino (57%) e 28.648 no sexo feminino (43%). O total equivale a 11% do total de casos de aids notificados no Brasil desde o início da epidemia.

Ações regionais

Em paralelo à campanha de mídia nacional, uma série de ações de mobilização e testagem serão realizadas em oito cidades tradicionais: Salvador/BA, Olinda/PE, Recife/PE, Rio de Janeiro/RJ, São Paulo/SP, Florianópolis/SC, Belo Horizonte/MG e Diamantina/MG. Nas cidades de Olinda, Recife e Salvador, postos do Fique Sabendo irão oferecer testagem para a população em pontos estratégicos da festa. Em São Paulo, a mobilização de incentivo à testagem acontecerá antes e após o carnaval.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Aids    Carnaval    Travestis    Gays    Ministério da Saúde    Publicidade    Departamento de DST    Aids e Hepatites Virais   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Aids    Carnaval    Travestis    Gays    Ministério da Saúde    publicidade    Departamento de DST    Aids e Hepatites Virais   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.