Geral
publicado em 04/02/2012 às 07h30:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Dirks et al., Journal of Food Protection
Pesquisadores utilizaram uma sonda para criar um plasma dielétrico e aplicá-la a galinha crua
  « Anterior
Próxima »  
Pesquisadores utilizaram uma sonda para criar um plasma dielétrico e aplicá-la a galinha crua

Pesquisadores da Universidade de Drexel, nos Estados Unidos, descobriram que o plasma pode ser um método eficaz para eliminar agentes patogênicos da carne crua de aves.

A abordagem pode ajudar a combater infecções graves por bactérias como a Campylobacter e a Salmonella, encontradas em 70% das carnes de frango avaliadas na pesquisa.

Segundo os pesquisadores, tratar os produtos de carne crua para remover organismos patogênicos antes de chegar na casa dos consumidores pode reduzir o risco de contaminação cruzada durante a preparação dos alimentos.

Estudos anteriores mostraram que o plasma consegue reduzir os patógenos na superfície de frutas e verduras sem cozinhá-los.

"O valor do uso de plasma é que ele não é térmico, por isso não há calor para cozinhar ou alterar a forma da comida", afirma o autor Brian Dirks.

Dirks trabalhou com a pesquisadora Jennifer Quinlan para testar o uso do plasma na carne crua de aves.

Para o trabalho, amostras de frango contaminadas com as bactérias Salmonella enterica e Campylobacter jejuni foram tratadas com plasma durante períodos variados de tempo.

O tratamento do plasma eliminou as bactérias e reduziu significativamente o nível de bactérias quando os níveis de contaminação eram altos.

Os pesquisadores também testaram utilizando plasma para tratar a amostras de bactérias crescidas em Agar-ágar, e demonstraram que estirpes de bactérias resistentes a antibióticos foram tão suscetíveis ao plasma quanto as cepas de tipo selvagem.

Plasma, conhecido como o "quarto estado da matéria" é mistura carregada de átomos gasosos, íons e elétrons. O plasma tem uma ampla gama de aplicações potenciais, incluindo a produção de energia, tratamentos biomédicos e ambientais.

A equipe acredita que se mais estudos comprovarem a eficácia do plasma, ele pode ser usado em conjunto com os métodos existentes para reduzir os patógenos em carnes cruas.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Plasma    Agentes patogênicos    Contaminação alimentar    Salmonella    Universidade de Drexel    Brian Dirks   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Plasma    agentes patogênicos    contaminação alimentar    Salmonella    Universidade de Drexel    Brian Dirks   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.