Geral
publicado em 26/01/2012 às 17h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Mães HIV-positivas têm sido capazes evitar a transmissão da doença para seus bebês ao tomar medicamentos anti-retrovirais durante a gravidez. Embora os medicamentos evitem que as crianças nasçam com HIV, eles podem causar defeitos congênitos, como lábio leporino e fenda palatina. Um novo estudo conduzido por pesquisadores dos Estados Unidos explora as ligações entre a profilaxia anti-retroviral, o lábio leporino e a fenda palatina.

O estudo, na edição de janeiro da Cleft Palate-Craniofacial Journal, analisou cinco anos de dados do Sistema de Relatos de Eventos Adversos da U. S. Food and Drug Administration (AERS). Esta base de dados publicamente disponível oferece um recurso de farmacovigilância. Ao utilizar o "relatório de razão de chance" uma possível associação pode ser encontrada entre as drogas e os defeitos congênitos.

Com o uso da terapia anti-retroviral, o risco de transmissão do HIV de mãe para filho foi reduzido de 15% a 25% para menos de 1%. Apesar deste sucesso ter feito do uso de medicamentos anti-retrovirais um padrão de atendimento, nenhuma dessas drogas foi classificada como segura - de categoria A - para a gravidez. Os potenciais riscos para a prole devem continuar a ser explorados.

Neste estudo, 26 eventos de fissura de lábio e palato foram encontrados em relação a sete medicamentos antivirais, incluindo o efavirenz, lamivudina, nelfinavir, e a combinação de abacavir / sulfato / laminudine / zidovudina. Embora estas drogas tenham demonstrado taxas significativamente altas no relatório de razão de chances, isso não estabelece nexo de causalidade, mas serve como um alerta para uma possível associação.

A fissura labiopalatina é uma malformação congênita para a qual se acredita ter várias causas. Os fatores genéticos e ambientais têm demonstrado influenciar. A má nutrição, incluindo o excesso de vitamina A e uma deficiência de outras vitaminas e minerais, pode contribuir para seu desenvolvimento também. Mais pesquisas são necessárias para determinar se existe uma ligação entre os medicamentos anti-retrovirais, o lábio leporino e a fenda palatina.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Quimioterapia    Medicamentos anti-retrovirais    Gravidez    Lábio leporino    Fenda palatina   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
quimioterapia    medicamentos anti-retrovirais    gravidez    lábio leporino    fenda palatina   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.