Ciência e Tecnologia
publicado em 15/01/2012 às 06h30:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Thomas Semkow/NYU
Iannis Aifantis, autor sênior do estudo
  « Anterior
Próxima »  
Iannis Aifantis, autor sênior do estudo

Um estudo publicado na revista Nature Medicine por pesquisadores da New York University, nos Estados Unidos, mostra como o gene Notch, causador do câncer, trabalha em conjunto com um complexo de proteínas para criar leucemia linfoblástica aguda de células T (T -ALL).

Alterações genéticas recentemente identificadas fornecem novas estratégias de tratamento potencial para a leucemia infantil.

T-ALL é um câncer do sangue agressivo, predominantemente diagnosticado em crianças, que ocorre quando glóbulos brancos imaturos (linfoblastos) se tornam malignos, multiplicando-se de forma incontrolável e se espalhando rapidamente por todo o corpo. Se não tratada, a doença pode ser fatal em poucas semanas.

Mutações em Notch que causam T-ALL estão bem estabelecidas, mas o mecanismo molecular detalhado desta transformação de células em câncer induzida pelo gene era desconhecido até agora.

"Nosso estudo apresenta uma nova visão sobre como Notch age de um modo antagônico à proteína PRC2 para promover T-ALL. Além disso, comprova ainda mais o papel supressor de tumor do complexo de proteínas nesta doença", afirma o autor sênior, Iannis Aifantis.

A pesquisa revela uma nova interação dinâmica entre Notch e a função de PRC2. Os resultados mostram uma perda clara da função de PRC2 nos locais de ligação Notch1. Além disso, os pesquisadores descobriram mutações genéticas recorrentes e exclusões de componentes do PRC2 em amostras de pacientes com T-ALL. No estudo, a perda da função de PRC2 alimenta a mutação Notch. Isso fornece evidências para um papel central de desregulamentação do complexo de proteínas PRC2 na leucemia induzida por Notch.

"A inativação do PRC2 devido à Notch em T-ALL constitui um evento patogênico importante na formação desta doença potencialmente mortal. A alteração genética de PRC2 amplifica os sinais de comunicação dos oncogenes Notch levando a T-ALL" , explica o principal autor da pesquisa, Panagiotis Ntziachristos.

Segundo os pesquisadores, os experimentos revelaram um interruptor epigenético específico durante a progressão da doença que pode ser mais bem explorado para o desenvolvimento de novas terapias contra a leucemia.

O estudo mostra T-ALL como uma doença epigenética, regulada por um equilíbrio sutil entre oncogenes e supressores de tumor. Oncogenes como Notch podem se infiltrar na função normal do complexo de proteínas PRC2 em locais de genes específicos que conduzem a transformação das células cancerosas. Mutações em PRC2 auxiliam oncogenes como Notch, alterando sua expressão gênica do DNA.

"Nossos estudos abrem novas portas para o tratamento da T-ALL. A detecção de novas alterações genéticas em T-ALL fornece uma nova plataforma para a seleção de estratégias de tratamento potencial para a doença. Medicamentos que podem direcionar demetilases histona, enzimas que catalisam a modificação de H3K27me3, poderiam ser usados sozinhos ou em combinação com inibidores Notch1 para o tratamento da doença", observa Aifantis.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Leucemia    leucemia linfoblástica aguda    câncer no sangue    oncogene    New York University    Iannis Aifantis   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.