Artigo
publicado em 10/01/2012 às 16h18:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: 2Pró Comunicação
Maria Fernanda Elia é Nutricionista, Mestre em Saúde Pública e Doutoranda em Nutrição Humana Aplicada pela Universidade de São Paulo
  « Anterior
Próxima »  
Maria Fernanda Elia é Nutricionista, Mestre em Saúde Pública e Doutoranda em Nutrição Humana Aplicada pela Universidade de São Paulo

A ingestão inadequada de alimentos que são fonte de cálcio e vitamina D pode comprometer a massa óssea, principalmente na fase de crescimento, que vai da infância a adolescência, mas também em indivíduos adultos.

De acordo com o estudo BRAZOS (Brazilian Osteoporosis Study), mulheres e homens brasileiros com mais de 40 anos de idade, de todas as regiões e de diversas classes socioeconômicas, consomem nutrientes relacionados à saúde óssea de maneira inadequada. A ingestão diária de cálcio foi, em média, 1/3 daquela recomendada para o gênero e faixa etária. Além disso, 99% dos indivíduos ingeriam diariamente abaixo de 1200 mg, que é a quantidade recomendada desse micronutriente.

A ingestão média de vitamina D foi equivalente a 1/4 da recomendação diária para o gênero e faixa etária e, assim como o cálcio, o consumo pela maior parte da população (99,3%) está abaixo dos valores recomendados.

A Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008-2009, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em parceria com o Ministério da Saúde (MS), apresentou dados semelhantes para a ingestão de vitamina D. Foi constatada a inadequação de 99,6% entre os homens, de 19 a 59 anos, e de 99,2% entre as mulheres da mesma idade. Em indivíduos com mais de 60 anos, a inadequação foi superior a 99% para ambos os sexos. Entre crianças e adolescentes, o quadro foi semelhante, apresentando inadequação de 99,4% entre meninos de 10 a 18 anos e de 99% e 98,8% entre meninas de 10 a 13 anos e 14 a 18 anos, respectivamente.

No início de 2011, um relatório publicado pelo Institute of Medicine (IOM), baseado em cerca de mil publicações e no depoimento de cientistas, atualizou as Ingestões Diárias Recomendadas (Dietary Reference Intakes) para cálcio e vitamina D. Para atingir as recomendações, é necessário o consumo de três porções diárias de alimentos fontes: leite e seus produtos derivados.

Ao considerarmos a dieta inadequada observada nesses estudos, assim como a importância do cálcio e da vitamina D para a saúde óssea, é essencial que mudanças simples, como o aumento da ingestão de alimentos ricos nestes nutrientes, bem como o uso de alimentos fortificados e de suplementos nutricionais, sejam adotadas para adequação nutricional e prevenção de patologias.

É importante salientar que a prática regular de exercícios físicos e a exposição ao sol, de preferência antes das 10h e após as 14h, também são fundamentais para a manutenção da saúde dos ossos. Os raios ultravioleta modificam a estrutura da vitamina D para que ela possa ser aproveitada pelo organismo. Apenas a vitamina D utilizada em alimentos fortificados e suplementos nutricionais não requer ação da luz solar, pois já está pronta para exercer suas funções.

Os pesquisadores alertam também que, embora no Brasil a exposição solar ocorra praticamente o ano todo, o uso de filtros solares pode limitar a disponibilidade da vitamina D.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Cálcio    Vitamina D    Alimentos    Ingestão inadequada    Comprometimento    Massa óssea    Crescimento    Infância    Adolescência    Vida adulta   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
cálcio    vitamina D    alimentos    ingestão inadequada    comprometimento    massa óssea    crescimento    infância    adolescência    vida adulta   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.