Geral
publicado em 05/01/2012 às 17h20:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Compostos semelhantes ao estrogênio que vêm com uma dieta rica em soja são por vezes relacionados a um risco reduzido de câncer, mas nova pesquisa realizada no Japão sugere que a proteção não se estende ao câncer de estômago.

Em um estudo que buscou separar os efeitos das isoflavonas - também conhecidas como fitoestrógenos - encontradas na soja, e outros nutrientes, como o sal, os pesquisadores japoneses não encontraram nenhuma diferença no risco de câncer gástrico entre as pessoas que consumiram uma grande quantidade de isoflavonas e as que consumiam menos.

Azusa Hara e seus colegas do National Cancer Center, em Tóquio, examinaram dados de cerca de 85 mil pessoas em um estudo japonês já existente.

Os pesquisadores estimaram a quantidade de isoflavona que os participantes do estudo comeram a partir de uma lista de perguntas que eles haviam respondido na década de 1990 e depois seguiram os participantes até o final de 2006 para ver quantos desenvolveram câncer de estômago.

Durante o período de acompanhamento, cerca de 1.250 dos participantes do estudo desenvolveram câncer de estômago, mas os pesquisadores não viram diferença no risco entre aqueles que comeram mais isoflavonas e aqueles que comeram menos.

Segundo Richard Peek, diretor de Gastroenterologia, Hepatologia e Nutrição no Vanderbilt University Medical Center, em Nashville, Tennessee, o estrogênio é visto como um protetor contra o câncer de estômago porque a doença é muito mais comum nos homens, pelo menos até que as mulheres entrem na pós-menopausa - sugerindo que os níveis mais altos de estrogênio das mulheres mais jovens podem protegê-las.

Peek disse à Reuters Health, que também há estudos sobre ratos que sugerem que o estrogênio protege contra câncer de estômago.

A equipe japonesa, no entanto, encontrou um aumento no risco de câncer de estômago entre as mulheres que faziam terapia hormonal e que comiam os alimentos mais carregados de isoflavonas, em comparação com aquelas que comiam menos.

As mulheres no estudo sobre a terapia hormonal tinham mais probabilidade de fumar, de beber e de ter um histórico familiar de câncer de estômago, observam os pesquisadores, o que poderia explicar a ligação.

Hara e seus colegas escreveram na revista American Journal of Clinical Nutrition que seus resultados são limitados pelo uso do questionário e pelo fato de que eles não poderiam ser responsáveis por saber se os sujeitos foram também infectados com a bactéria Helicobacter pylori, que também está ligada ao aumento do risco de câncer de estômago.

Um outro fator de risco bem conhecido para o câncer gástrico é a elevada ingestão de sal.

Segundo a Sociedade Americana do Câncer, uma pessoa nos Estados Unidos tem uma chance em 114 de desenvolver câncer de estômago. Estima-se que 21.500 americanos tenham sido diagnosticados com a doença em 2011 e um número estimado de 10.500 pessoas morreram por causa dela.

Os cânceres de estômago foram a principal causa de morte por câncer nos EUA até 1930.

"Uma das razões para o declínio é que as pessoas agora têm geladeiras, e usam menos conservantes de sal", disse Khaldoun Almhanna, um oncologista do Moffitt Cancer Center, em Tampa, na Florida.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Câncer de estômago    Proteção contra o câncer    Soja    Estrogênio    Isoflavonas   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
câncer de estômago    proteção contra o câncer    soja    estrogênio    isoflavonas   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.