Geral
publicado em 03/01/2012 às 13h49:00
   Dê o seu voto:

Anti-depressivo alivia ondas de calor em mais de 60% das mulheres na menopausa

 
tamanho da letra
A-
A+

Ondas de calor sofridas por mulheres na menopausa podem ser causadas por anormalidades no funcionamento dos vasos sanguíneos e podem ser tratadas com um tipo de anti-depressivo. É o que sugerem pesquisadores do Reino Unido.

As ondas de calor afetam mais de 75% das mulheres que estão passando pela menopausa e o presente estudo tem potencial para oferecer novos tratamentos para o problema, e uma alternativa para a terapia de reposição hormonal (TRH).

Em circunstâncias normais, se a temperatura corporal aumenta, os vasos sanguíneos sob a pele se dilatam, a fim de perder calor, levando à vermelhidão da pele e à sudorese.

Nas mulheres com ondas de calor, isso pode ocorrer depois da menor provocação ou sem nenhuma razão aparente.

Mary Ann Lumsden, professora de Educação Médica e Ginecologia da University of Glasgow, acredita que os pacientes que sofrem de graves ondas de calor podem realmente ter uma anormalidade no funcionamento dos vasos sanguíneos.

Ela comparou as mulheres que sofrem de ondas de calor com aquelas que não as têm, estudando os vasos sanguíneos periféricos nos braços das pacientes.

Até agora, os médicos têm trabalhado no pressuposto de que o cérebro é o responsável pelas ondas de calor.

Quando o super aquecimento ocorre, ele envia sinais para o corpo "perder o calor", dilatando os vasos sanguíneos e produzindo suor.

No entanto, novas descobertas da professora Lumsden sugerem que as anormalidades nos vasos sanguíneos podem também contribuir para a resposta hiperativa observada em muitas mulheres na menopausa.

"Minha equipe e eu descobrimos que os vasos sanguíneos das mulheres que sofrem de ondas de calor dilatam muito mais facilmente do que os das mulheres que não as têm, e que elas se tornaram menos 'reativas', quando uma droga como a serotonina foi prescrita. O que é fascinante é que parece ser os próprios vasos sanguíneos e não aquilo que acontece no cérebro o que realmente provoca as ondas de calor. Nós temos feito recentemente algumas imagens do cérebro, mas ainda não temos os resultados e isso deve esclarecer mais a situação. Se conseguirmos diminuir a reatividade dos vasos sanguíneos com tratamentos mais novos que tenham menos efeitos colaterais do que a terapia de reposição hormonal, então poderemos fazer avanços substanciais", diz a professora.

Os pesquisadores também descobriram que as pacientes que são propensas às ondas de calor têm mais fatores de risco para doenças cardíacas.

Como parte da pesquisa, os cientistas trataram 134 pacientes do sexo feminino com fármacos conhecidos por diminuir o número de ondas de calor.

As mulheres foram divididas em grupos com número de integrantes entre 30 e 40, com um grupo controle de 15 participantes.

Algumas receberam o anti-depressivo venlafaxina, que é projetado para aumentar os níveis de serotonina, o chamado "hormônio da felicidade" ativo dentro do cérebro e também nos vasos sanguíneos de outras partes do corpo.

Outras receberam clonidina - uma droga normalmente usada para tratar a pressão alta - e outras receberam terapia de reposição hormonal, enquanto o grupo controle recebeu um placebo.

Descobriu-se que a terapia de reposição hormonal era o tratamento mais eficaz, com 75% das mulheres tendo notado uma melhoria, enquanto a venlafaxina melhorou as ondas de calor em mais de 60% das pacientes - a maioria das que receberam prescrição pretende continuar com a droga. A clonidina só funcionou em 40% das mulheres.

No entanto, se a paciente de repente para de tomar venlafaxina pode ter sintomas de abstinência significativos, incluindo ansiedade, mau humor, insônia e náuseas.

Lumsden concluiu que a serotonina tem um impacto fundamental sobre o funcionamento dos vasos sanguíneos e disse que ela deve ser mais pesquisada.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia: Anti-depressivo alivia ondas de calor em mais de 60% das mulheres na menopausa
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria: Anti-depressivo alivia ondas de calor em mais de 60% das mulheres na menopausa


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
menopausa    vasos sanguíneos    anti-depressivo    terapia de reposição hormonal    temperatura corporal    ondas de calor   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.