Profissão Saúde
publicado em 27/12/2011 às 09h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Divulgação/Britannica
Estudo mostra que dentistas e higienistas dentais podem auxiliar na identificação de condições como diabetes e hipertensão em grande parte da população
  « Anterior
Próxima »  
Estudo mostra que dentistas e higienistas dentais podem auxiliar na identificação de condições como diabetes e hipertensão em grande parte da população

Pesquisadores da Universidade de Nova York, nos Estados Unidos, sugerem que dentistas podem auxiliar no diagnóstico de doenças crônicas.

Estudo mostra que, somente nos Estados Unidos, cerca de 20 milhões de pessoas se consultam anualmente com profissionais da odontologia, mas não com outros médicos em geral, o que, para os pesquisadores, significa uma oportunidade para identificar diabetes, hipertensão e outras doenças graves.

"Dentistas estão em uma posição-chave para avaliar e detectar sinais e sintomas orais de doenças sistêmicas que podem passar despercebidas, e encaminhar os pacientes para cuidados de acompanhamento", observa o pesquisador Shiela Strauss.

Segundo os autores, durante exames odontológicos de rotina, dentistas e higienistas dentais, como provedores de saúde treinados, podem avaliar o histórico de saúde do paciente, verificar a pressão arterial, e usar a observação clínica direta e raios-X para detectar risco de doenças sistêmicas, como diabetes, hipertensão e doenças cardíacas.

A equipe examinou dados de uma amostra nacionalmente representativa de 31.262 adultos e crianças que participaram de uma pesquisa em 2008. Médicos, enfermeiros e assistentes médicos estavam entre aqueles classificados como prestadores de cuidados gerais de saúde para os fins da pesquisa.

Os resultados mostraram que 26% das crianças não se consultavam com um prestador de cuidados gerais de saúde. No entanto, mais de um terço desse grupo, representando cerca de sete milhões de crianças, visitou um dentista pelo menos uma vez nesse ano.

Entre os adultos, um quarto não visitaram um profissional de saúde em geral, embora quase 13 milhões tinham ido pelo menos uma vez ao dentista. Quando combinados, adultos e crianças que tiveram contato apenas com os dentistas representaram cerca de 20 milhões de pessoas.

Noventa e três por cento das crianças e 85% dos adultos tinham alguma forma de seguro de saúde, sugerindo que, muitos deles não buscam profissionais de saúde em geral por opção.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Dentistas    profissionais de odontologia    doenças crônicas    Universidade de Nova York    Shiela Strauss   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.