Geral
publicado em 26/12/2011 às 07h00:00
   Dê o seu voto:

EFE  
tamanho da letra
A-
A+
Foto: EFE
Xavier Bertrand, ministro da Saúde da França, se mostrou a favor de que a PIP
  « Anterior
Próxima »  
Xavier Bertrand, ministro da Saúde da França, se mostrou a favor de que a PIP "responda por seus atos"

A Seguridade Social francesa anunciou no último sábado (24) que apresentará uma denúncia penal contra a Poly Implant Prothese (PIP), fabricante das próteses mamárias que as autoridades sanitárias pediram para serem removidas das usuárias alegando que estas poderiam apresentar grandes riscos para saúde.

Os implantes da PIP, que contêm silicone industrial e que poderiam romper com certa facilidade, não atende às exigências da Seguridade Social e, por isso, as autoridades acreditam que pode ter ocorrido um "engano" por parte da fabricante.

Neste sábado, Xavier Bertrand, ministro da Saúde da França, se mostrou a favor de que a PIP "responda por seus atos". "É um negócio obscuro e com muito dinheiro envolvido", assinalou o ministro na emissora "Europe 1".

Bertrand indicou que a PIP, criada em 1991 na côte D'Azur francesa por Jean-Claude Mas, mudou a composição dos implantes mamários e substituiu o silicone médico por outro de uso industrial com a clara intenção de economizar em sua produção e aumentar seus lucros.

O ministro espera que as autoridades policiais possam encontrar Mas da mesma forma que todas as pessoas que poderiam estar relacionadas com este caso.

O fundador da PIP está sendo procurado pela Interpol, embora a organização policial internacional tenha afirmado neste sábado que o "alerta vermelho" emitido contra ele não possui relação com as próteses mamárias, e sim com uma denúncia de condução perigosa supostamente cometida em junho, na Costa Rica.

Bertrand lembrou que o Governo francês se comprometeu a cobrir os gastos da remoção preventiva das próteses de mais de 30 mil francesas, embora o reimplante financiado não atenda as próteses usadas com fins estéticos. A Seguridade Social calculou que o custo desta medida poderia superar os 60 milhões de euros.

A existência de um risco cancerígeno do produto não foi comprovada, porém, o principal problema estaria relacionado com sua fácil ruptura e com o caráter irritante de alguns dos componentes das próteses da PIP.

O responsável de Saúde elogiou a atuação das autoridades francesas no caso dos implantes PIP e indicou que estão trabalhando "com transparência" e em contato permanente com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

O caso ganhou uma enorme repercussão na imprensa francesa, lugar de origem dos implantes PIP, embora a maior parte da produção da empresa era destinada à exportação, principalmente para a América Latina. A empresa, que foi fechada em 2010, chegou a ser o terceiro produtor mundial deste tipo de próteses.

Fonte: EFE
   Palavras-chave:   Condenação    Denúncia    Denúncia penal    Poly Implant Prothese    PIP    Silicone    Próteses mamárias    França   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
condenação    denúncia    denúncia penal    Poly Implant Prothese    PIP    silicone    próteses mamárias    França   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.