Geral
publicado em 24/12/2011 às 06h00:00
   Dê o seu voto:

EFE  
tamanho da letra
A-
A+
Foto: EFE/Arquivo
Estados Unidos aparece em primeiro lugar no relatório, seguido de Brasil, China, Índia e Japão
  « Anterior
Próxima »  
Estados Unidos aparece em primeiro lugar no relatório, seguido de Brasil, China, Índia e Japão

A lipoaspiração e a implantação de prótese nos seios foram as cirurgias plásticas mais praticadas em 2010, com o Brasil em segundo lugar no mundo, aponta o último relatório da Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (Isaps, na sigla em inglês), divulgado nesta semana na Colômbia.

A pesquisa foi realizada em 2010 com dados de cirurgiões de todo o mundo, segundo explicou à Agência Efe a cirurgiã plástica colombiana Lina Triana, secretária da Isaps em nível mundial.

"Em um primeiro relatório, divulgado no ano passado e que corresponde a 2009, essas mesmas cirurgias (lipoaspiração e prótese nos seios) também ocuparam os dois primeiros lugares", destacou a secretária.

Em 2010 foram realizadas 2.174.803 lipoaspirações, o que representa 23% do total de todos os procedimentos cirúrgicos realizados no ano.

As cirurgias como o implante nos seios, a blefaroplastia (correção de olhos), a rinoplastia (plástica de nariz) e a abdominoplastia, também aumentaram consideravelmente em 2010, segundo o relatório.

Por países, os Estados Unidos mantêm o primeiro lugar na quantidade de cirurgias plásticas realizadas em 2010, seguido do Brasil, da China, da Índia e do Japão.

O relatório de 2010 inclui informações sobre os preços médios cobrados nesses países pelos procedimentos. A cirurgia de rejuvenescimento facial continua sendo a mais cara de todas: US$ 5.526. Os cirurgiões cobraram por uma abdominoplastia uma média de US$ 4.150; pela redução de seios, US$ 3.940; e para o aumento, US$ 3.450.

O estudo também ressaltou outras estatísticas, como o número total de cirurgiões plásticos certificados em nível mundial, estimado em 33.027, assim como a quantidade de procedimentos cirúrgicos realizados em 2010, que chegou a 9.462.391; e os não cirúrgicos, 9.095.434, compondo um total de 18.557.825 cirurgias.

Esse número, comparado aos 17.295.557 procedimentos registrados em 2009, equivale a um aumento de 7%, concluiu a cirurgiã.

Fonte: EFE
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
lipoaspiração    a implante    prótese    silicone    seios    cirurgia plástica    Brasil    relatório    Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética    Isaps    Colômbia   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.