Profissão Saúde
publicado em 20/12/2011 às 16h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Os pacientes que sentem que são tratados pelos seus médicos com respeito e justiça, que comunicam-se bem, e que se envolvem com eles fora do ambiente do consultório são mais ativos em seus próprios cuidados de saúde, aponta estudo publicado na revista Health Services Research.

O estudo analisou como as relações entre os papéis de pacientes e seus médicos, que tradicionalmente tem seguido um modelo paciente-passivo e médico-dominante, afetam o envolvimento do paciente.

A ativação do paciente é definida pelos comportamentos do paciente, tais como ser bem informados sobre a saúde e cuidados de saúde e ter as habilidades e confiança para se envolver na auto-gestão das doenças crônicas, de acordo com o estudo.

Os pesquisadores perguntaram a 8.140 pessoas nos EUA com doenças crônicas sobre suas experiências com seus médicos, bem como sobre a sua situação socioeconômica, saúde geral e como elas fazem uso dos serviços de saúde.

Os pesquisadores analisaram quatro fatores: a qualidade da relação médico-paciente, incluindo quão bem os pacientes sentiram que os seus médicos se comunicavam com eles; o quanto de respeito e justiça os pacientes sentiram que receberam, ao envolvimento do paciente no estabelecimento de metas de tratamento e a frequência de qualquer comunicação médico-paciente fora do ambiente do consultório, como por e-mail ou telefonemas. Cada um desses fatores foi associado a um maior engajamento do paciente, com a exceção do envolvimento no estabelecimento de metas de tratamento.

A qualidade da relação médico-paciente teve o maior efeito sobre o envolvimento do paciente: um aumento de uma unidade na medição da qualidade das trocas interpessoais levou a um aumento de quase 10 unidades no nível de ativação pelo paciente. Os pacientes com escores mais altos eram mais propensos a monitorar sua pressão arterial, exercícios cinco dias por semana e aderir aos regimes de medicação, entre outros comportamentos saudáveis.

Os médicos dão o tom para tornar os pacientes conscientes de que eles têm algum controle sobre sua saúde. "O paciente tem uma sugestão de que o médico faz. Se o médico transmite uma atitude sabe-tudo de 'eu tomo as decisões', o paciente será revertido para um papel passivo", disse o principal autor do estudo, o professor de gestão da saúde Jeffrey A. Alexander.

Fazer com que os pacientes sejam mais ativos no seu próprio cuidado é importante e isto pode ser diminuído por um diferencial de poder na relação entre médico e paciente, disse Judith Schaefer, pesquisadora do MacColl Center for the Health Care, em Seattle. "Os pacientes que são menos ativados não entendem a importância do papel que desempenham e não entendem que eles podem ter um efeito sobre a forma como a sua condição influencia suas vidas", disse ela.

A revelação do estudo de que a definição conjunta dos objetivos do tratamento não influenciou o envolvimento do paciente não foi surpreendente. "Esta é uma atividade que requer uma maior colaboração com o paciente", disse Schaefer. O estabelecimento de metas não relaciona-se apenas com alterar os valores de laboratório, mas requer a compreensão do que é importante para o paciente e sobre o que vai funcionar em sua vida, ela explicou.

Os autores observaram que o estudo não indica se uma mudança no comportamento do médico é que leva a um maior engajamento do paciente ou se os pacientes mais engajados têm uma tendência para selecionar os médicos que são mais colaborativos. Ainda assim, eles enfatizaram que o estudo fornece evidência inicial de que as relações médico-paciente é um fator importante para incentivar as pessoas a assumir um papel mais ativo na sua saúde.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
relacionamento    trocas interpessoais    engajamento do paciente    objetivos do tratamento    comportamento do paciente   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.