Ciência e Tecnologia
publicado em 20/12/2011 às 15h32:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Pesquisadores da Australian National University descobriram um novo tratamento para o diabetes tipo-1, doença auto-imune que afeta cerca de 130 mil pessoas somente na Austrália.

Charmaine Simeonovic e Professor Christopher Parish, da John Curtin School of Medical Research, identificaram um processo até então desconhecido que causa a destruição das células beta produtoras de insulina no pâncreas. Os pesquisadores descobriram que as células produtoras de insulina precisam de um açúcar complexo, o heparan sulfato, para sua sobrevivência.

As células beta são um dos cinco tipos de células encontradas no pâncreas e produzem a insulina. No diabetes tipo 1, o sistema imunológico do corpo humano destrói estas células por mecanismos que não são bem compreendidos.

Simeonovic observa que sua pesquisa mostra que as células beta encontradas no pâncreas precisam do sulfato de heparan para a sua sobrevivência e sem ele.

"Descobrimos que a substituição do heparan sulfato nas células beta evita que elas morram e previne os danos causados pela oxidação. Este novo trabalho identificou a depleção do sulfato de heparan nas células beta como uma das principais causas de morte delas.

"Atribuímos esta morte celular à perda da defesa normal das células beta" contra os danos por oxidação causados pelos radicais livres, ou por átomos altamente reativos quimicamente, moléculas ou íons".

O estudo também revelou que as células auto-imunes no sistema imune das células beta, produziram danos à enzima heparanase que degrada o heparan sulfato nas células beta.

"O tratamento com um inibidor heparanase, PI-88, demonstrou preservar o sulfato de heparan nas células beta do pâncreas e proteger contra o diabetes tipo 1. Isso revelou uma nova compreensão do desenvolvimento do diabetes tipo 1 e identificou uma nova estratégia terapêutica para a prevenção da progressão da doença auto-imune e das complicações associadas", disse Simeonovic.

Parish acrescentou que os pesquisadores já estão levando o avanço médico para os pacientes.

"Estamos desenvolvendo novos medicamentos para tirar proveito desta descoberta. Uma empresa de biotecnologia start-up, a Beta Therapeutics, foi criada para traduzir nossas descobertas para a clínica", disse o professor Parish.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Açúcar complexo    Heparan    Pâncreas    Insulina    Células beta   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
açúcar complexo    heparan    pâncreas    insulina    células beta   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.