Geral
publicado em 13/12/2011 às 09h55:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: McMaster University
Martin Gibala, autor do estudo e líder da pesquisa
  « Anterior
Próxima »  
Martin Gibala, autor do estudo e líder da pesquisa

Pesquisadores da McMaster University, no Canadá, descobriram que exercícios breves de alta intensidade ajudam pessoas com diabetes tipo 2 a reduzir os níveis de açúcar no sangue rapidamente.

Os resultados mostram que um total de 30 minutos de exercícios intermitentes por semana, envolvendo um comprometimento total de 75 minutos, reduziu as concentrações de açúcar no sangue durante 24 horas, os picos de açúcar no sangue após as refeições e aumentou a capacidade do músculo esquelético mitocondrial, um marcador da saúde metabólica.

"Estes dados são intrigantes porque sugerem que o exercício vigoroso por curtos períodos de tempo pode fornecer tantos benefícios de saúde quanto o treinamento com atividades tradicionais. Este é o primeiro estudo a mostrar que o treinamento intenso com intervalos pode ser uma estratégia potente para melhorar a regulação da glicemia em pessoas com diabetes tipo 2", explica o pesquisador Martin Gibala.

Diretrizes atuais da Canadian Diabetes Association recomendam 150 minutos de exercício moderado a vigoroso duas vezes por semana, o que pode ser difícil de ser realizado por muitas pessoas, incluindo aquelas com diabetes.

Gibala salienta que estudos mais amplos são necessários para examinar de forma abrangente os potenciais benefícios deste tipo de treinamento, especialmente em comparação com as orientações de exercícios tradicionais.

Para o estudo, pesquisadores deram a cada voluntário um exame de referência para testar o açúcar no sangue durante um período de 24 horas, avaliar os níveis de fitness e realizar biópsias do músculo da coxa para medir as proteínas relacionadas com o estado de saúde.

McMasterUTV

Cada treino envolveu andar em uma bicicleta ergométrica por 10 episódios de 60 segundos em cerca de 90% da frequência cardíaca máxima, com um minuto entre cada explosão de exercício. A recomendação também incluiu um aquecimento de tal forma que cada sessão de treino durou 25 minutos no total.

Participantes mostraram melhores níveis de açúcar no sangue, embora eles não tenham perdido peso durante o estudo curto de duas semanas.

"O controle glicêmico pode estar ligado a alterações nos músculos dos participantes, tais como uma melhor capacidade para limpar a glicose do sangue após as refeições. Precisamos realizar mais pesquisas para identificar os mecanismos por trás destes resultados", ressalta Gibala.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Diabetes    Diabéticos    Açúcar    Exercício de alta intensidade    McMaster University    Martin Gibala   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Diabetes    diabéticos    açúcar    exercício de alta intensidade    McMaster University    Martin Gibala   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.