Geral
publicado em 28/11/2011 às 11h47:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Balanço feito a partir dos 276 pacientes que realizaram o teste de glicemia durante ação do Dia Mundial do Diabetes, realizada pelo Hospital Coronel Mota (HCM), em Boa vista (RR), revela que 46,38% foram classificados no grupo de risco para desenvolver a doença. Mais de 500 pessoas compareceram a ação. Muitos que passaram pela triagem desconheciam a simples ideia de desenvolver diabetes.

Além dos casos identificados, a mobilização acompanhou as pessoas que já sabem da doença e foram motivadas a retornar com o tratamento. Os pacientes verificaram pressão arterial, glicemia, peso, altura e o Índice de Massa Corpórea (IMC). As pessoas que obtiveram um resultado igual ou superior a 126, por meio da glicemia capilar, foram encaminhadas para uma segunda confirmação. Dessa vez, por meio de exame laboratorial de sangue, e se comprovado o paciente dará início ao tratamento.

Já as pessoas que apresentaram uma taxa de 100 a 125 em jejum, caíram numa zona conhecida como pré-diabético e foram encaminhadas para um novo teste oral de tolerância à glicose. " O paciente toma um dose de açúcar especial dissolvido na água, duas horas antes, do novo teste de sangue" , informou o endocrinologista André Pantaleão.

O médico explicou que tanto a pressão arterial quanto o IMC ajudam descobrir o aparecimento do diabetes na pessoa. " Os testes ajudam de forma precoce a cuidar e tratar da doença. Doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo" , afirmou. O profissional de saúde ressaltou que a grande parte dos avaliados não sabiam que poderiam ser diabéticos. Muitos desenvolvem a doença sem saber. Casos assim são devido às condições físicas inadequadas, fruto da alimentação, sedentarismo e do histórico familiar. " Outro fator determinante também é o peso excessivo relacionado à altura do indivíduo, que contribui e muito para agravar a doença" , justificou Pantaleão.

Na avaliação de Pantaleão a ação foi positiva, " pois o objetivo foi alcançado. Ampliamos o número de cadastrados da unidade, com os novos notificados. Ultrapassamos com a ação, os 8 mil cadastrados da unidade" . A possibilidade de ser um diabético pegou de surpresa o professor, Ilídio Silva, de 36 anos. " Levei um susto, pois o que era para ser apenas um check-up de rotina, a minha glicemia estava muito elevada. O meu psicólogo ficou abalado, e agora procurarei cuidar melhor da saúde" , contou assustado.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
teste de glicemia    Dia Mundial do Diabetes    Hospital Coronel Mota    grupo de risco    exames    encaminhamento   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.