Saúde Pública
publicado em 09/11/2011 às 12h52:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: ASCOM/HGE
Foto: ASCOM/HGE
Foto: ASCOM/HGE
Termodesinfectadoras permitem a limpeza de instrumentais hospitalares e de laboratórios Termodesinfectadoras permitem a limpeza de instrumentais hospitalares e de laboratórios Equipamentos auxiliam no combate a infecções hospitalares
  « Anterior
Próxima »  
Termodesinfectadoras permitem a limpeza de instrumentais hospitalares e de laboratórios
Termodesinfectadoras permitem a limpeza de instrumentais hospitalares e de laboratórios
Equipamentos auxiliam no combate a infecções hospitalares

Para assegurar os cuidados assistenciais aos pacientes internados no Hospital Geral do Estado (HGE) de Alagoas, diminuindo a susceptibilidade às infecções hospitalares, equipamentos e tecnologias mais complexos estão sendo utilizados para intensificar os procedimentos de limpeza e desinfecção dos artigos usados no ambiente hospitalar.

De acordo com a enfermeira responsável pela Central de Material Esterilizado (CME) do HGE, Dayse Torres, duas termodesinfectoras e um gabinete de secagem são utilizados na esterilização dos materiais. A unidade adquiriu ainda o SMS, artigo próprio para embalar objetos e aparelhos médicos. " Adquirimos novas tecnologias para a limpeza e desinfecção dos artigos e materiais. Essas máquinas nos auxiliam também na prevenção de algumas patologias para a equipe de enfermagem. O SMS proporciona uma melhor barreira microbiana, permitindo que o material seja armazenado estéril por um longo período" , diz.

Dayse explica que, com a ajuda de aditivos químicos (detergentes enzimáticos), essas lavadoras por jato de água funcionam sob alta temperatura (programável até 85ºC) e pressão para remover agentes biológicos. Todo material considerado sujo é descontaminado e esterilizado na CME. " Também preparamos as roupas limpas, vindas da Central de Processamento de Roupas (CPR), armazenamos todos os artigos e distribuímos entre os diversos setores da unidade hospitalar" , acrescenta.

A enfermeira destaca o hábito de lavar as mãos e usar sempre o equipamento de proteção individual (EPI) ou roupa apropriada dentro da unidade hospitalar como procedimentos importantes no combate às infecções e proliferação de bactérias e vírus. " Grande parte das infecções hospitalares é causada por microrganismos próprios da microbiótica humana, sendo assim, o correto processo para esterilização numa instituição de saúde fará com que a maioria dessa microbiótica seja diminuída, refletindo no tempo de internação, no número de complicações do paciente e nos custos econômicos e sociais do tratamento, tendo a ganhar a equipe hospitalar e consequentemente, os pacientes" , comenta.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
cuidados assistenciais    Hospital Geral do Estado    HGE    Alagoas    infecções hospitalares    desinfecção    esterilização    novos equipamentos    termodesinfectora   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.