Saúde Pública
publicado em 08/11/2011 às 15h09:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Ministério da Saúde
Foto: Ministério da Saúde
Reunião para o lançamento do SOS Emergência Reunião para o lançamento do SOS Emergência
  « Anterior
Próxima »  
Reunião para o lançamento do SOS Emergência
Reunião para o lançamento do SOS Emergência

Onze hospitais brasileiros farão parte do programa SOS Emergência, lançado hoje (8) pelo governo federal. A finalidade é melhorar a gestão e qualificar o atendimento nos prontos-socorros. Cada um receberá anualmente R$ 3,6 milhões do Ministério da Saúde. Até 2014, a ação deve chegar às 40 maiores unidades do país.

As 11 unidades de grande porte estão localizadas em nove capitais, entre elas, Fortaleza, Recife, Salvador, Goiânia e Brasília. Os hospitais também poderão receber individualmente até R$ 3 milhões para aquisição de equipamentos e para obras e reformas na área física do pronto-socorro.

"É uma ação em parceria com as direções dos hospitais acreditando no compromisso dos trabalhadores da área de saúde e em parceria com os pacientes" , explicou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

Ao discursar na cerimônia de lançamento do programa, no Palácio do Planalto, a presidenta Dilma Rousseff destacou o desafio de atuar na melhoria das emergências. " Vamos intervir de forma gradativa onde muitos governos evitam, nas emergências. Ouvi de muitos que é como enxugar gelo."

Os hospitais terão um Núcleo de Acesso e Qualidade Hospitalar instalado, que apoiará e orientará as medidas de melhoria da gestão e da qualidade assistencial. Os núcleos serão formados pelos coordenadores dos serviços de urgência/emergência, das unidades e centrais de Internação do Hospital e por um representante do gestor local.

O trabalho desses núcleos será acompanhado pelo Comitê Nacional de Acompanhamento do SOS Emergência, coordenado pelo Ministério da Saúde e que tem a função de receber e encaminhar solução às questões apontadas pelos núcleos, monitorar os resultados alcançados nas unidades e manter os gestores locais informados do andamento das ações. Haverá também parcerias com instituições privadas de excelência.

A presidenta voltou a dizer que é necessário que haja mais recursos para a saúde. " A implantação de programas demanda tempo, dedicação e recursos. Determinei agora fazer mais com o que temos e não ficar esperando que os recursos caiam do céu" .

Na mesma cerimônia foi lançado o Programa Melhor em Casa, com o objetivo de ampliar o atendimento domiciliar do Sistema Único de Saúde (SUS).

Ministério da Saúde
Mensagem ao Servidor: Programas SOS Emergência e Melhor em Casa

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   SOS Emergência    Pronto-socorro    Verba    Investimento    Gestão    Qualidade    Ministério da Saúde   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
SOS Emergência    pronto-socorro    verba    investimento    gestão    qualidade    Ministério da Saúde   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.