Ciência e Tecnologia
publicado em 27/10/2011 às 16h49:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Depois das recentes infecções e mortes causadas pelos alimentos contaminados com salmonella e listeria, a capacidade de detectar surtos de doenças transmitidas por alimentos e determinar as suas fontes tornou-se uma prioridade de saúde pública.

Uma nova abordagem relatada por uma equipe colaborativa liderada por cientistas da Cornell University, nos Estados Unidos, permitirá que agências governamentais e empresas de alimentos identifiquem a natureza exata e a origem das bactérias dos alimentos com precisão. A afirmação é do professor de ciência dos alimentos Martin Wiedmann.

O método padrão de rastreamento de doenças de origem alimentar envolve quebrar o DNA das amostras de bactérias em pedaços menores e analisar seus padrões de bandeamento.

Mas os cientistas muitas vezes acham que as diferentes cepas de bactérias têm impressões digitais de DNA comuns que são muito semelhantes geneticamente para serem diferenciadas, o que torna difícil estabelecer se a salmonela que deixou uma pessoa doente era a mesma salmonela que infectou outra pessoa. Este foi o caso de um surto de salmonela ligado ao salame feito com pimenta preta e vermelha contaminadas, que teve 272 casos em 44 estados entre julho de 2009 e abril de 2010.

Para superar este desafio, Wiedmann adotou uma abordagem genômica.

Ao fazer o sequenciamento do genoma de 47 amostras da bactéria - 20 que foram recolhidas de fontes humanas durante o surto, e 27 amostras de controle coletadas de fontes humanas, animais, alimentos e do meio ambiente antes do surto - Wiedmann e sua equipe conseguiram rapidamente discriminar os casos relacionados ao surto e os casos não-relacionados, isolando quatro amostras que acredita-se estarem ligadas à contaminação da pimenta.

No processo de fazer isso, ele também encontrou outras ligações: uma cepa de Salmonella que levou a um recall nacional de pistache em 2009 apareceu em amostras de quatro pessoas - apenas uma das quais relatou ter comido pistaches.

Outros casos relacionados sugeriram surtos menores sobre os quais os funcionários não sabiam anteriormente.

"O uso de métodos de sequenciamento do genoma para investigar os surtos de doenças bacterianas de origem alimentar é relativamente novo, e é uma grande promessa, pois ele pode ajudar a identificar a origem temporal, geográfica e evolutiva de um surto. Em particular, os dados do sequenciamento completo do genoma podem ajudar a identificar pequenos surtos que podem não ser facilmente detectados com abordagens de subtipagemmais de resoluções mais baixas", disse Wiedmann.

Uma abordagem semelhante foi utilizada em ambientes hospitalares para rastrear bactérias patogênicas como o Staphylococcus aureus resistente à meticilina, mas esta é sua primeira aplicação para doenças transmitidas por alimentos.

Wiedmann disse que continua a aperfeiçoar o método e usá-lo para testar outros tipos de bactérias. A U. S. Food and Drug Administration e outras agências também estão começando a usar abordagens semelhantes.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
doenças de origem alimentar    patógenos alimentares    bactérias    impressões digitais do DNA    salmonella   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.