Ciência e Tecnologia
publicado em 18/10/2011 às 10h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Cientistas da Universidade de Manchester, no Reino Unido, já mostraram que o vírus herpes simplex tipo 1 (HSV1), é um fator de risco para Alzheimer quando ele está presente nos cérebros de pessoas que têm um risco genético específico para a doença.

AD é uma condição neurodegenerativa incurável que afeta cerca de 18 milhões de pessoas em todo o mundo. As causas da doença ou das estruturas de proteínas anormais vistas no cérebro AD - placas amilóides e emaranhados neurofibrilares - são completamente desconhecidas.

A equipe de Manchester chegou à conclusão que o vírus do herpes provoca acúmulo de duas proteínas-chave AD - ß-amilóide (Aâ) e a fosforilada tau (P-tau) - conhecido por serem os principais componentes de placas e emaranhados. Ambas as proteínas são consideradas por muitos cientistas por estarem envolvidas no desenvolvimento da doença.

"Nós descobrimos que o DNA viral no cérebro é localizado no interior das placas amilóides", disse o professor Ruth Itzhaki, que liderou a equipe na Faculdade da Universidade de Ciências da Vida. "Isto, junto com a produção de amilóide que o vírus induz, sugere que o HSV1 é uma causa de produtos tóxicos e de placas amilóides.

"Nossos resultados sugerem que HSV1, juntamente com os fatores genéticos do hospedeiro, é um grande risco para a DA, e que os agentes antivirais podem ser usados para tratar pacientes para retardar a progressão da doença."

Atualmente agentes antivirais disponíveis estão visando a replicação de DNA HSV1, e assim os pesquisadores consideraram que o tratamento AD é eficaz somente se o acúmulo de ß-amilóide e tau P causado pelo vírus ocorrer durante ou após a fase em que a replicação do DNA viral ocorre.

"Se essas proteínas são produzidas independentemente da replicação do HSV1, os antivirais podem não ser eficazes", disse o professor Itzhaki. "Nós investigamos isso e descobrimos que o tratamento de células infectadas pelo HSV1 com aciclovir,o agente antiviral mais utilizado, e também com dois outros antivirais, de fato diminuem o acúmulo de ß-amilóide e tau-P, bem como diminuem a replicação do HSV1.

"Este é o primeiro estudo a investigar efeitos antivirais na AD e concluímos que os agentes antivirais reduzem os níveis de ß-amilóide e tau P-níveis em células infectadas pelo HSV1 e que seriam adequados para o tratamento da doença de Alzheimer. A grande vantagem em relação às terapias atuais é que o aciclovir teria como alvo somente o vírus, e não a célula hospedeira ou células não infectadas. Além disso, esses agentes são muito seguros e relativamente baratos.

"A próxima etapa de nossa pesquisa irá se concentrar em encontrar o agente antiviral mais adequado - ou a combinação de dois agentes que operem através de mecanismos diferentes - para uso como tratamento. Depois, temos que investigar a maneira pela qual o vírus e o fator de risco genético interagem para provocar a doença, já que isso poderia levar a novos tratamentos."

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Alzheimer    Genética    Herpes    A pesquisa da Universidade de Manchester   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Alzheimer    genética    herpes    a pesquisa da Universidade de Manchester   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.