Ciência e Tecnologia
publicado em 30/09/2011 às 16h19:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Estudo publicado pela American Pain Society mostra que as mudanças na gravidade da dor podem prognosticar gravidade de depressão subsequente e, de forma semelhante, uma mudança no agravamento na depressão é um preditor igualmente forte da gravidade das dores subsequentes.

Pesquisadores da Indiana University, nos Estados Unidos, estudaram 250 pacientes com dor músculo-esquelética e com depressão comórbida e 250 pacientes com dor e sem sintomas depressivos. Todos foram tratados nas práticas de atenção primária e inscritos no estudo Stepped Care for Affective Disorders and Musculoeskeletal Pain (SCAMP). Os resultados foram avaliados aos 3, 6 e 12 meses.

Os autores procuraram confirmar que a dor e a depressão que duram mais de 12 meses apresentarão influências previsíveis uma sobre a outra. Estudos anteriores documentaram a ligação entre dor e depressão, mas a relação de causa e efeito entre os dois problemas ainda precisa ser esclarecida. Embora a dor crônica seja um fator de risco bastante conhecido para a depressão, não se sabe se a depressão pode ser considerada um fator de risco para a dor.

Para o estudo, a intensidade da dor foi medida pela escala graduada de dor crônica e os níveis de depressão foram avaliados pela lista de checagem de sintomas da Hopkins, um questionário de 20 itens amplamente utilizado no cuidado primário. A média de idade das amostras do estudo foi de 59 anos e 52% dos indivíduos eram mulheres.

A principal conclusão deste estudo foi que a dor e a depressão pareciam influenciar uma à outra. Ou seja, descobriu-se que a mudança na dor era um forte preditor de gravidade da depressão posterior, e uma mudança na gravidade da depressão era um preditor de gravidade igualmente forte da dor. Análises também indicaram que os efeitos da dor sobre a depressão foram mediados por seus efeitos sobre a fadiga e a incapacidade.

Os autores observaram que uma série de explicações para as descobertas são possíveis. A partir de uma perspectiva fisiológica, ambas as vias nociceptiva e afetiva neurológicas coincidem anatomicamente. Os neurotransmissores norepinefrina e serotonina, que são parte integrante nos transtornos do humor, também estão envolvidos nos mecanismos da dor. Além disso, os transtornos do humor podem aumentar a atenção aos estímulos dolorosos. A dificuldade para enfrentar a dor, a baixa auto-eficácia e outros fatores comportamentais cognitivos poderiam ter alguma influência também.

Os autores concluíram que a concomitância frequente da dor e da depressão e a influência recíproca de uma sobre a outra deveria direcionar os clínicos a examinar estes problemas em conjunto e não separadamente. Portanto, a detecção de um deve desencadear uma busca para o outro. Esta abordagem é justificada porque a presença da dor e da depressão está associada com os resultados sub-ótimos do tratamento, maior incapacidade, uso maior dos cuidados de saúde e aumento de custos.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Preditores    Dor    Depressão    Comorbidades    Dor crônica    Neurotransmissores    Norepinefrina    Serotonina   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
preditores    dor    depressão    comorbidades    dor crônica    neurotransmissores    norepinefrina    serotonina   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.