Ciência e Tecnologia
publicado em 28/09/2011 às 13h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Phil Jones/GHSU
Scott Webster, analisa lâmina com resultados da pesquisa
  « Anterior
Próxima »  
Scott Webster, analisa lâmina com resultados da pesquisa

Uma proteína que atua em conjunto com a proteína causadora do acúmulo de placas no mal de Alzheimer é o foco de um possível novo tratamento.

No Alzheimer, a proteína amiloide pode acumular-se no cérebro em vez de ser eliminada pelas defesas naturais do corpo, elas aninham-se entre os neurônios, formando placas intransponíveis.

A amiloide e a maneira com que ela chega ao cérebro poderiam ser os alvos para uma nova vacina.

" As proteínas RAGE, ou receptoras de produtos finais da glicação, ligam-se às amiloides e transportam-nas para o cérebro" , disse Scott Webster, o estudante que está pesquisando a doença no laboratório do professor de farmacologia e de toxicologia Alvin Terry. Pesquisas mostraram que a RAGE pode também contribuir para a inflamação e para a danificação que a amiloide causa às células nervosas do cérebro.

Webster está pesquisando uma vacina que ataque a RAGE e a amiloide usando o próprio sistema imunológico do corpo para proteger contra a superprodução de um eventual acúmulo.

Infelizmente, todas as vacinas para o Alzheimer que estiveram em ensaios clínicos falharam. Parte da razão poderia ser que elas não sejam suficientemente amplas. A maioria apenas ataca a amiloide. Nossa esperança é que ao adotar uma abordagem mais abrangente, nós seremos mais eficientes. Até o momento, é o que temos visto em nossos experimentos, ele disse.

As outras vacinas também têm vários efeitos colaterais, incluindo o inchaço do cérebro. Webster espera que, atacar a proteína RAGE e mudar a forma como a vacina é administrada minimizará os efeitos inflamatórios colaterais.

Outro benefício é que a vacina pode ser administrada oralmente, pois ela não requer um adjuvante - que é adicionado às vacinas para aumentar a resposta imunológica. O trato digestivo é um dos maiores repositórios de flora humana do corpo, os micro-organismos que são essenciais para o sistema imunológico.

"É uma ideia relativamente nova. Ao utilizar o sistema imunológico que é endógeno para nosso intestino, podemos fazer com que a resposta do corpo seja uma resposta de anticorpos mais robusta em vez de uma resposta inflamatória, contornando alguns dos efeitos colaterais" , disse Webster.

Os resultados iniciais têm mostrado uma memória e cognição melhoradas nos modelos de animais com Alzheimer.

Mesmo com resultados promissores, ele alerta para os fatores desconhecidos da possível vacina.

" Precisamos fazer estudos maiores com animais. Ainda há muitas coisas que não sabemos sobre a vacina em si. Por exemplo, sabemos que a amiloide e a RAGE ligam-se, mas não sabemos porque a ligação cria um complexo tão estável. Temos estes pontos finais, mas não sabemos coisas da ciência básica que são necessárias para que possamos seguir em diante" , disse Webster.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Amiloide    RAGE    Proteínas    Alzheimer    Placas amiloides    Células nervosas   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
amiloide    RAGE    proteínas    Alzheimer    placas amiloides    células nervosas   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.