Ciência e Tecnologia
publicado em 17/09/2011 às 15h05:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Um kit desenvolvido por pesquisadores da Universidade de Oxford, na Inglaterra, permite que pessoas gravem e analisem os sons de seu próprio coração usando o microfone do telefone móvel. Os pacientes podem enviar as gravações para os médicos que farão o monitoramento das condições do paciente.

A idéia veio de uma conversa entre Thomas Brennan, do Departamento de Engenharia da Universidade de Oxford e Mayosi Bongani da Universidade de Cape Town, na África do Sul sobre como reduzir o número de mortos de pericardite tuberculosa: uma condição que afeta até 2% dos pacientes com tuberculose e afeta o revestimento do coração.

"Cerca de 40% das pessoas morrem após o diagnóstico, principalmente porque o início dos sintomas é insidioso e quando o problema é descoberto já é tarde demais. A maioria dos pacientes morre de parada cardíaca, nesse caso.", diz Thomas.

"Discutimos várias idéias para tornar possível o monitoramento do coração de uma maneira que tivesse baixo custo para detectar os primeiros sinais de deterioração. A idéia de usar o microfone do telefone como um estetoscópio para analisar e gravar sons coração veio depois de ver o iStethoscope aplicativo para o iPhone, e me perguntei se poderíamos fazer algo semelhante usando telefones de baixo custo. "Como a metade dos africanos tem um telefone celular o número de pacientes que poderiam se beneficiar seria enorme.

Thomas juntou-se com Clifford Gari do Instituto Oxford de Engenharia Biomédica (IBME), que havia trabalhado com Katherine Kuan, um estudante do Massachusetts Institute of Technology (MIT), na criação da tecnologia para Smartphones. Eles continuaram o trabalho para permitir que telefones de baixo custo capturassem e analisassem efetivamente as gravações que terias a função de um fonocardiograma, para avaliar a viabilidade do projeto.

"A idéia original era que uma pessoa poderia usar seu próprio telefone para gravar sons de seu coração", explica Thomas "e que qualquer telefone seria capaz de fazer uma gravação de som adequada com pouco ou nenhum custo usando objetos facilmente disponíveis, a partir do qual sons cardíacos anormais poderiam ser detectados. É como se fosse um estetoscópio em um celular."

Antes que pudessem criar o dispositivo, uma série de desafios técnicos teve que ser superados: telefones de baixo custo são capazes de detectar vozes apenas por isso outros sons ficam distorcidos.Técnicas de processamento de sinais foram necessárias para identificar uma gravação de baixa qualidade, algoritmos tiveram que ser desenvolvidos para identificar com segurança a freqüência cardíaca e os sons do coração.

"O maior desafio foi avaliar a viabilidade do aparelho", comenta Thomas. Entre janeiro e abril de 2011 a equipe executou um ensaio clínico, em parceria com Hospital Groote Schuur, em Cape Town, para comparar dois celulares - um Nokia 3110 Classic e um iPhone 3G e um estetoscópio Littman.

Eles coletaram dados de 150 voluntários com uma gama de condições cardíacas usando o Littmann, o iPhone, e o Nokia 3100 Classic. O estudo mostrou que o Nokia realmente foi comparado ao Littmann na captação de frequência cardíaca, embora gravações de baixa qualidade tiveram que ser descartadas.

Após esses resultados promissores, a equipe está desenvolvendo a próxima etapa do projeto:

"Juntamente com um estudante de mestrado, David Springer - que trabalhou comigo no desenvolvimento de algoritmos - estamos desenvolvendo uma aplicação Android para gravar e processar as gravações dos sons do coração." diz Thomas.

"O próximo passo é expandir o alcance do dispositivo para ver se ele pode ser usado como uma ferramenta de triagem para pacientes com doenças cardíacas, pois elas têm uma prevalência particularmente alta na África Austral."

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Telefones celulares    Celulares    Frequência cardíaca    Baixo custo    Pesquisa    Universidade de Oxford   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
telefones celulares    celulares    frequência cardíaca    baixo custo    pesquisa    Universidade de Oxford   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.