Saúde Pública
publicado em 14/09/2011 às 12h55:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) está realizando até o próximo dia 22 a Consulta Pública 45, que propõe norma em que as operadoras de planos de saúde serão obrigadas a divulgar a rede assistencial associada na internet, com atualização em tempo real.

A proposta está baseada no Código de Defesa do Consumidor, que consagra o princípio do direito à informação. De acordo com a justificativa da ANS, as operadoras de planos privados de assistência à saúde deveriam publicar por meio da internet todas as informações da rede assistencial credenciada. A transparência atual ainda é tida como " bem deficiente" pelos técnicos da ANS, apesar de as empresas serem obrigadas a manter um portal para difundir o acesso à informação aos beneficiários de planos privados de assistência, como manda a Resolução Normativa - RN 190/2009.

Mapa

A norma obrigará o uso de recursos sofisticados para que o consumidor possa localizar rapidamente o serviço de saúde mais próximo a que tem direito. As operadoras com número superior a 100 mil beneficiários deverão apresentar georreferenciamento por meio de imagens ou mapas que indiquem a localização espacial geográfica de cada prestador de serviço de saúde (mapeamento geográfico dinâmico).

Já aquelas com número de clientes entre 20 mil e 100 mil deverão adotar o georreferenciamento de mapas (mapeamento geográfico). As operadoras com menos de 20 mil beneficiários deverão informar a rede credenciada na internet, permanentemente atualizada, não sendo obrigatório exibir o mapeamento geográfico ou mapeamento geográfico dinâmico. Apenas uma lista.

A principal premissa da norma em debate é permitir que o beneficiário possa ser capaz de localizar todos os prestadores de serviços de saúde do produto contratado. Por isso, a rede assistencial deverá ser exibida por plano de saúde, apresentando o nome comercial, número de registro na ANS ou seu código de identificação no Sistema de Cadastro de Planos vendidos antes da vigência da Lei 9.656/98 (SCPA).

Prestadores de serviço

Em relação aos prestadores de serviços de saúde, a operadora deverá expor em seu sítio informações como: nome fantasia do estabelecimento (pessoa jurídica) ou nome do profissional (pessoa física); tipo de estabelecimento; especialidade(s) ou serviço(s) contratado(s) e endereço.

A minuta de RN ainda prevê normas mínimas sobre a forma de consulta; atualização das informações e vedação a qualquer tipo de restrição de acesso às informações das redes assistenciais constantes nos sítios das operadoras.

Para que a visualização das redes assistenciais possa ser facilitada, a minuta estipula obrigações quanto à forma de visualização (mapeamento gráfico ou mapeamento gráfico dinâmico).

Rede

Um dos fatores mais importantes para o consumidor na hora de contratar seu plano de saúde é verificar a rede conveniada de médicos, hospitais e laboratórios. A operadora deve manter a rede credenciada oferecida ao consumidor no ato da contratação. Em caso de necessidade de alteração, a operadora deverá solicitar e obter autorização da ANS.

Para excluir um prestador de serviços da rede conveniada, a operadora do plano de saúde deverá medir a capacidade de atendimento da entidade a ser excluída, sempre mantendo a cobertura com padrão de qualidade equivalente, sem custo adicional para os consumidores. E, no caso de substituição, a empresa deve incluir em seu lugar outro com o mesmo padrão de qualidade e serviços; nesse caso, ela deve informar aos seus consumidores e à ANS com 30 dias de antecedência.

Fonte: SECOM - PRESIDENCIA
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Agência Nacional de Saúde Suplementar    ANS    consulta pública    planos de saúde    rede credenciada    divulgação    internet    Código de Defesa do Consumidor    direito à informação   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.