Ciência e Tecnologia
publicado em 05/09/2011 às 15h30:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: University of Nottingham
Nigel Minton, líder da pesquisa
  « Anterior
Próxima »  
Nigel Minton, líder da pesquisa

Uma bactérias que tem como alvo especificamente tumores em breve poderá ser usada como veículo para entregar drogas em tratamentos anti-câncer. O método deve ser testado em pacientes em 2013, de acordo com um cientista na Society for General Microbiology's Autumn Conference da Universidade de York, no Reino Unido.

A terapia utiliza a Clostridium sporogenes, comumente encontrada no solo. Esporos da bactéria são injetados em pacientes e crescem em tumores sólidos apenas, onde uma enzima bacteriana específica é produzida. Uma droga anticâncer é injetada separadamente no paciente em uma forma inativa " pró-droga" . Quando ela chega ao local do tumor, a enzima bacteriana ativa o medicamento, permitindo-lhe destruir apenas as células que estão próximas - as células do tumor.

Pesquisadores da Universidade de Nottingham (Inglaterra) e da Universidade de Maastricht (Holanda), já superaram os obstáculos que até agora impediram o uso dessa terapia em ensaios clínicos. Eles introduziram um gene para uma versão muito melhorada da enzima no DNA da C. sporogenes. A enzima pode agora ser produzida em quantidade muito maior no tumor, tornando-se mais eficiente na conversão de pró-droga em sua forma ativa.

Um requisito fundamental para qualquer nova terapia contra o câncer é a capacidade de atingir apenas as células do tumor, poupando as células saudáveis. O líder da pesquisa, Nigel Minton, explica que a terapia satisfaz naturalmente essa necessidade. "As Clostridium são um antigo grupo de bactérias que surgiu no planeta antes que houvesse uma atmosfera rica em oxigênio, o que as tornou capazes de se desenvolvem na ausência dele. Quando os esporos são injetados em um paciente com câncer, eles crescerão apenas em ambientes sem oxigênio, ou seja, o centro de tumores sólidos. Este é um fenômeno totalmente natural, que não requer alterações fundamentais e é perfeitamente específico. Podemos explorar esta especificidade para matar as células tumorais, deixando o tecido saudável incólume", explicou.

A pesquisa pode levar a um procedimento simples e seguro para a cura de uma grande variedade de tumores sólidos. "Esta terapia irá destruir todos os tipos de células tumorais. O tratamento é melhor e mais seguro do que um procedimento cirúrgico, especialmente para pacientes com alto risco ou com tumores em locais difíceis. Estamos fazendo a previsão de que as bactérias que temos desenvolvido sejam usadas em um ensaio clínico em 2013, liderado por Jan Theys e Lambin Philippe da Universidade de Maastricht. Um resultado positivo pode levar à adoção como terapia de primeira linha para o tratamento de tumores sólidos. Se a abordagem for bem sucedida, combinada com terapias mais tradicionais, poderia aumentar a chance de ganharmos a batalha contra os tumores cancerosos", disse o professor.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
bactéria    tumores    câncer    drogas    medicamentos    sporogenes Clostridium    pesquisa    Universidade de York    Universidade de Nottingham    Universidade de Maastricht   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.