Ciência e Tecnologia
publicado em 05/09/2011 às 18h30:00
   Dê o seu voto:

Imperial College of London encontra genes causadores da magreza extrema

 
tamanho da letra
A-
A+

Cientistas do Imperial College London, na Inglaterra, publicaram na revista Nature estudo que revela causa da magreza extrema. A pesquisa mostra que pessoas com cópias extras de determinados genes são mais prováveis de serem magras. Uma a cada 2 mil pessoas, tem parte do cromossomo 16 duplicado, tornando homens 23 vezes e mulheres 5 vezes mais prováveis de ficarem muito abaixo do peso normal.

Cada pessoa tem normalmente uma cópia de cada cromossomo proveniente de cada um dos pais, ou seja, duas cópias de cada gene. Porém, em alguns casos, as seções de um cromossomo podem ser duplicadas ou excluídas, resultando em uma "dosagem" anormal de genes.

Em um estudo que examinou o DNA de mais de 95 mil pessoas, os pesquisadores do Imperial College London e da Universidade de Lausanne identificaram que a duplicação de uma parte do cromossomo 16 está associada com o baixo peso, definido quando o índice de massa corporal é inferior a 18,5. Metade das crianças do estudo que tinham a duplicação foram diagnosticadas com um "déficit de crescimento". Um quarto das pessoas com essa duplicação tem microcefalia (cabeça e o cérebro anormalmente pequenos), condição associada com defeitos neurológicos e expectativa de vida mais curta. No ano passado, os mesmos pesquisadores descobriram que pessoas com uma cópia ausente destes genes têm 43 vezes mais probabilidade de apresentarem obesidade mórbida.

"O dogma é que temos duas cópias de cada gene, mas isso não é verdade. O genoma é cheio de buracos onde genes se perdem, e temos cópias extras desses genes em outros locais. Em muitos casos, duplicações e deleções não têm efeito, mas, ocasionalmente, eles podem levar à doença" , disse o líder do estudo, Philippe Froguel, da Escola de Saúde Pública do Imperial College London.

Segundo ele, até agora foi descoberto um grande número de alterações genéticas que levam à obesidade. " Parece que temos uma abundância de sistemas que aumentam o apetite, já que comer é tão importante. Você pode suprimir um deles e nada acontecerá. Essa é a primeira causa genética da magreza extrema já identificada" , apontou.

Froguel destaca que esta observação é importante porque mostra que a falha pode ser geneticamente dirigida. Assim, se uma criança não está comendo, isto pode não ser necessariamente culpa dos pais.

Para o professor, este "é também o primeiro exemplo de que uma exclusão e uma duplicação de uma parte do genoma tem efeitos opostos. No momento não sabemos nada sobre os genes nessa região. Se conseguirmos detalhar o funcionamento da duplicação de genes nessa região, poderemos criar novos tratamentos potenciais para a obesidade e distúrbios do apetite. Planejaremos a sequência destes genes para descobrir o que eles fazem, para que possamos ter uma ideia de quais deles estão envolvidos na regulação do apetite".

A parte do cromossomo 16 identificada no estudo contém 28 genes. Duplicações na região já foram associadas com esquizofrenia e exclusões com autismo.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Magreza    Genes    Cromossomo    Pesquisa    Imperial College London   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia: Imperial College of London encontra genes causadores da magreza extrema
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria: Imperial College of London encontra genes causadores da magreza extrema


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
magreza    genes    cromossomo    pesquisa    Imperial College London   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.