Ciência e Tecnologia
publicado em 29/08/2011 às 11h30:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Cirurgiões plásticos dizem ter desenvolvido uma nova técnica cirúrgica para a reconstrução do crânio, que poderia melhorar os resultados funcionais e estéticos em casos de deformidades até agora consideradas sem cura.

Em um estudo de caso relatado no Journal of Neurosurgery, médicos da Universidade de Johns Hopkins, nos Estados Unidos, descrevem os resultados obtidos com um paciente que se beneficiou com a nova técnica para remodelar o revestimento exterior do cérebro. O procedimento permitiu que os cirurgiões reconstituíssem o crânio, utilizando uma combinação de metal e acrílico.

A cirurgia inédita foi realizada no Massachusetts General Hospital (MGH) e liderada pelo cirurgião craniofacial Chad R. Gordon, atualmente professor assistente no Departamento de Cirurgia Plástica e Reconstrutiva da Johns Hopkins University School of Medicine. O paciente, um homem de meia-idade, foi submetido à cirurgia para remover um tumor no cérebro, que posteriormente foi complicado por uma infecção óssea grave, necessitando de remoção parcial do osso do crânio, deixando-o com uma deformidade craniana significativa.

Durante o tempo necessário para curar a infecção, o cérebro havia se expandido para além dos limites da caixa craniana nativa, portanto, fazer qualquer tipo de reconstrução convencional era impossível. "Milhares de pacientes a cada ano em todo o mundo necessitam de procedimentos neurocirúrgicos. Infelizmente, muitos são deixados com deformidades cranianas residuais devido a complicações imprevistas. A técnica oferece aos cirurgiões uma nova maneira de reconstrução do crânio humano", diz Gordon.

Para a cirurgia, metal e plástico foram usados em combinação para substituir a parte que faltava do crânio. Isso proporcionará uma proteção permanente ao cérebro e, ao mesmo tempo, fará uma restauração da aparência estética do paciente. "Sem esta inovação, este paciente em particular estaria sendo submetido a uma ressecção parcial do cérebro, um procedimento complexo de remodelação do crânio, ou talvez ele teria a necessidade de usar um capacete de proteção por tempo indeterminado", acrescenta Gordon.

O paciente foi acompanhado por cerca de um ano após a cirurgia e não foi relatada nenhuma complicação. Gordon diz que espera realizar este tipo de cirurgia em outros pacientes em situações semelhantes.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
crânio    reconstrução    cirurgia    metal    acrílico    cirurgião craniofacial    Chad R. Gordon    Johns Hopkins University School of Medicine    Massachusetts General Hospital       
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.