Geral
publicado em 19/08/2011 às 15h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Novas medidas foram anunciadas pelo Ministério da Saúde para ampliar o atendimento às trabalhadoras rurais no Sistema Único de Saúde (SUS). A presidente Dilma Rousseff disse, nesta semana, que serão construídas 16 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) Fluviais, sendo oito em 2011 e oito em 2012 e ainda 10 Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (CERESTs), voltados a trabalhadores e trabalhadoras do campo e da floresta até 2012.

Dilma reafirmou que será implementada a Rede Cegonha, estratégia para reduzir a mortalidade materna e aprimorar o atendimento aos recém-nascidos entre essas populações. Ainda ressaltou que uma campanha nacional de prevenção de câncer de colo de útero e de mama ocorrerá com foco nas mulheres do campo e da floresta. Além dessas ações, serão realizados um mapa da saúde abrangendo essas populações específicas e um plano integrado de vigilância em saúde de populações expostas a agrotóxicos.

As ações de saúde estarão direcionadas ao planejamento familiar e ao atendimento ao pré-natal, como também na prevenção e no controle dos cânceres de mama e de colo do útero, da hipertensão e do diabetes.

" Os serviços estarão disponíveis a todos. Porém, o foco serão as mulheres porque, entre elas, é grande a incidência de doenças relacionadas ao trabalho no campo, como câncer, intoxicações e problemas respiratórios" , afirmou Padilha.

UBSs Fluviais

Este ano, oito embarcações serão instaladas a partir da adesão dos municípios, que firmarão convênio com o Ministério da Saúde. Para as 16 UBSs Fluviais - que serão implementadas até 2012 - o governo federal destinou R$ 35 milhões para a instalação e o custeio das unidades. A meta é que, até 2014, 32 embarcações sejam disponibilizadas para funcionamento no país.

As embarcações oferecerão assistência contínua e integral à mulher - com atenção para as gestantes, desde o diagnóstico da gravidez e até o segundo ano de vida do bebê. Os cuidados estarão afinados à Rede Cegonha, estratégia lançada em março.

As UBSs Fluviais contarão com equipes profissionais formadas por médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, técnico de laboratório e agentes comunitários de saúde que atuam na Estratégia Saúde da Família. Elas também poderão contar com dentista e auxiliar ou técnico de Saúde Bucal.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
Saúde do trabalhador    Ministério da Saúde    MS    UBSs    Unidades Básicas de Saúde    Centro de Referência em Saúde do Trabalhador    Cerest   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.