Ciência e Tecnologia
publicado em 20/07/2011 às 03h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Pesquisadores do Kings College London, no Reino Unido, descobriram que partes do cérebro encolhem quando as pessoas sofrem de depressão clínica. Essas mudanças na estrutura do cérebro podem permitir aos médicos usarem o exame de ressonância magnética (MRI) para diferenciar a condição de outros distúrbios.

Os resultados do estudo revelaram que pessoas que sofrem de depressão clínica apresentaram redução no volume do cérebro em um número de regiões, incluindo o lobo frontal (responsável pelo julgamento, planejamento e emoções), gânglios da base (movimento) e o hipocampo (memória). O estudo também indica que o hipocampo retorna ao tamanho normal quando alguém se recupera ou está em remissão, sugerindo que pelo menos algumas das mudanças não são permanentes.

" Até agora, não tínhamos marcadores biológicos para distinguir entre depressão maior e condições semelhantes, tais como transtorno bipolar. Dizer a diferença entre as condições é obviamente muito importante para determinar o tratamento. No caso de depressão clínica e distúrbio bipolar, uma é tratada com anti-depressivos e a outra é principalmente tratada com estabilizadores de humor como o lítio" ,observou o cientista Matthew Kempton.

Os pesquisadores usaram uma técnica chamada "meta-análise" para combinar resultados de 143 estudos anteriores, cada um usando Ressonância Magnética (MRI) para medir a estrutura cerebral em pessoas que sofrem de depressão.

Os resultados também foram comparados a 98 estudos de pacientes com transtorno bipolar para se certificar de que as alterações na estrutura do cérebro eram específicas para a depressão clínica. Comparando os resultados de transtorno bipolar, mais reduções no volume de substância cinzenta foram associadas com a depressão clínica, enquanto mais anormalidades na substância branca foram detectadas no transtorno bipolar.

Descobrir quando e como essas mudanças no cérebro ocorrem também pode ajudar os pesquisadores a entender mais sobre as causas da depressão e, finalmente, como tratá-la de forma mais eficaz.

Leia esta matéria na íntegra (em inglês).

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Depressão    Encolhimento do cérebro    Kings College London    Matthew Kempton   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
depressão    encolhimento do cérebro    Kings College London    Matthew Kempton   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.