Ciência e Tecnologia
publicado em 20/06/2011 às 18h50:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Os estudos com células-tronco não são os únicos que visam achar soluções para lesões do tipo medular. Pesquisa desenvolvida pelo Laboratório de Biologia da Matriz Extracelular, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), possui resultados promissores para recuperação de lesões na medula, através da injeção de laminina - uma proteína natural do corpo humano. O estudo foi realizado em ratos e, se aprovado pelo protocolo no Comitê de Ética Municipal, o estudo inicia a fase de pesquisa clínica (com humanos), quando o tratamento deve focar em pacientes do tipo agudos, que acabaram de sofrer lesões.

Segundo a pesquisadora, professora Tatiana Lobo Coelho Sampaio, a análise laboratorial mostrou que se a proteína for injetada imediatamente ou até 10 dias após o animal ter sofrido a lesão, há uma melhora maior na locomoção nos que receberam o tratamento. " A laminina, nos ratos, protege a medula da destruição e promove a regeneração dos axônios" , afirma a professora.

De acordo com Tatiana Sampaio, há duas diferenças desse tratamento para o das células-tronco. Segundo ela, o estudo com as células embrionárias não tem obtido resultados satisfatórios e, ao contrário da injeção da laminina, o tratamento funcionalmente agiria como um remédio, uma droga que procuraria reconstruir os tecidos, como se fosse uma bomba de secreção de células. " O tratamento com a injeção medular da laminina, não. Ele ajuda o tecido a se reconstruir com suas próprias células" .

Função

A função natural da laminina é a de ancoragem de vários tipos celulares, como as células epiteliais e musculares. Desde 2000, ela é objeto de pesquisa do laboratório chefiado pela professora e, há mais de cinco anos, ela desenvolve um estudo com ratos lesionados em laboratório, nos quais a proteína é injetada na medula, para tentar regenerar os axônios.

" A maior dificuldade superada foi a de estabilizar a laminina para armazenamento" , conta a professora. A proteína quando retirada da placenta humana, perde a sua estrutura natural e, por meio do método de polimerização, desenvolvido no laboratório, os pesquisadores conseguem fazê-la voltar a sua estrutura natural e, com uma agulha, fazem a injeção intramedular da substância no animal.

Esse estudo foi desenvolvido pelos doutorandos Karla Menezes e Marcos Assis, pelo aluno de mestrado, Raphael Ciqueira campos, em colaboração com o professor João Menezes, do laboratório de Neoroanatomia celular, do Instituto de Ciências Biomédicas da UFRJ, e coordenado pela professora Tatiana Sampaio.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
estudos    células-tronco    lesões    medular    pesquisa    Laboratório de Biologia da Matriz Extracelular    Universidade Federal do Rio de Janeiro    UFRJ    resultados    promissores    recuperação    lesões    medula    injeção    laminina    proteína    natural    corpo humano    ratos    aprovado    protocolo    Comitê de Ética Municipal    pesquisa clínica    tratamento    pacientes    agudos    lesões   
  • Leia mais
  • Leia mais notícias de Ciência e Tecnologia
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.