Ciência e Tecnologia
publicado em 14/06/2011 às 15h40:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Rensselaer Polytechnic Institute
Estudo foi desenvolvido no Department of Chemical and Biological Engineering da Rensselaer Polytechnic Institute
  « Anterior
Próxima »  
Estudo foi desenvolvido no Department of Chemical and Biological Engineering da Rensselaer Polytechnic Institute

Pesquisadores do Rensselaer Polytechnic Institute, nos Estados Unidos, estão combinando técnicas de automação de refino de petróleo e de outras áreas para criar um pâncreas artificial e ajudar pessoas com diabetes. O dispositivo monitora automaticamente os níveis de açúcar no sangue e administra insulina para pacientes com diabetes tipo 1.

Durante seis anos, o professor B. Wayne Bequette vem criando sistemas de computador mais avançados para a criação de um pâncreas artificial de circuito fechado. "Cada pessoa com diabetes tipo 1 tem uma resposta diferente à insulina e uma resposta diferente para as refeições . Essas respostas também variam com a hora do dia, tipo de refeição, o nível de estresse e exercício. Um sistema automatizado de sucesso deve ser seguro e confiável, apesar dessas respostas muito diferentes", disse Bequette.

No diabetes tipo 1, o pâncreas de uma pessoa produz pouca ou nenhuma insulina. Como resultado, eles precisam injetar insulina várias vezes por dia ou usar uma bomba de insulina que administra continuamente pequenas quantidades de insulina de ação rápida. Além disso, precisam testar o açúcar no sangue várias vezes por dia. A falta de manutenção adequada de insulina e dos níveis de açúcar no sangue pode ter resultados graves e potencialmente fatais como hipoglicemia e hiperglicemia.

Um dos principais desafios para as pessoas que vivem com diabetes tipo 1, segundo Bequette, é o monitoramento constante do nível de açúcar no sangue. Níveis de glicose no sangue são geralmente medidos a partir de uma amostra de sangue pequena capturada a partir de um teste de picada no dedo, antes de comer ou dormir. Outro desafio importante, de acordo com ele, é estimar com precisão quantos carboidratos as pessoas ingerem. Estas leituras de açúcar no sangue, juntamente com a quantidade de carboidratos ingeridos, devem ser interpretadas a fim de ajudar na decisão sobre a quantidade de insulina que o indivíduo precisa injetar. Exercício e fitness também impactam a quantidade de insulina necessária. Monitores contínuos da glicose no sangue estão disponíveis no mercado, mas ainda não são tão precisos como o teste de sangue.

Como funciona

O aparelho combina uma bomba de insulina com um monitor contínuo de glicose no sangue, que trabalham em conjunto com um controlador de respostas - formando um ciclo fechado. Um diabético usaria este dispositivo em todos os momentos, com uma agulha inserida logo abaixo da pele para regular o s níveis de glicose. Quando o dispositivo detecta que o açúcar no sangue está alto, ele automaticamente administra insulina. Inversamente, o dispositivo corta a bomba de insulina para evitar hipoglicemia.

A nova geração deste dispositivo inclui opções para que os usuários insiram sua ingestão de carboidratos. Bequette disse que isto deve impulsionar fortemente a precisão, confiabilidade e capacidade de previsão do dispositivo. Importante, o dispositivo ainda irá funcionar se o usuários se esquece de inserir suas informações de refeição.

No coração deste pâncreas artificiais de circuito fechado estão algoritmos projetados cuidadosamente pelos pesquisadores. O código de computador sofisticado faz previsões com base nos dados cadastrados, incluindo os níveis sanguíneos de glicose e carboidratos ingeridos.

Estes métodos são capazes de extrair dados de previsão de monitoramento de glicose no sangue mais significativos e precisos.

Fonte: Isaude.net
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
diabetes    pâncreas artificial    Rensselaer Polytechnic Institute    B. Wayne Bequette   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.