Ciência e Tecnologia
publicado em 08/06/2011 às 18h00:00
   Dê o seu voto:

Transplante de fezes é usado para tratar pacientes com colite ulcerosa

O transplante de microbiota fecal (FMT) reintroduz a diversidade de microrganismos existente em todo intestino saudável

 
tamanho da letra
A-
A+

O primeiro estudo sobre as questões sociais e éticas associadas a uma nova abordagem para o tratamento da colite ulcerosa descobriu que a maioria dos pacientes em potencial está ansiosa para o chamado "transplante de microbiota fecal", embora muitos se preocupem com a seleção de doadores, triagem e métodos de entrega. O estudo é de pesquisadores da University of Chicago Medical Center, nos Estados Unidos.

Agregados de bactérias provenientes de fezes foram utilizadas esporadicamente para tratar a doença gastrointestinal por mais de 50 anos. Mais recentemente, a abordagem produziu remissões duradouras para um pequeno número de pacientes com colite ulcerosa. "Uma vez que os pacientes passam pelo fator asqueroso , eles acham o conceito atraente . Eles percebem como natural, semelhante aos probióticos. Pacientes com doença inflamatória intestinal grave tendem a desenvolver uma alta tolerância a terapias que outros possam considerar pouco ortodoxas", disse o autor do estudo, David Rubin.

O transplante de microbiota fecal (FMT) é um esforço para acalmar um intestino conturbado, reintroduzindo a grande diversidade de microrganismos colaborativos depois que a população habitual tenha sido perturbada. Mais de mil diferentes cepas de bactérias coexistem pacificamente num intestino saudável típico. Mas quando o delicado equilíbrio é alterado, por antibióticos ou outras causas, algumas tensões podem se tornar dominantes, levando à diarreia aguda, inflamação e dano tecidual.

Os primeiros casos de FMT, que remontam a 1958, foram usados para tratar infecções fatais causadas por uma bactéria agressiva que tinha dominado o intestino. Quando os antibióticos são incapazes de controlar a infecção, os médicos são capazes de restaurar o equilíbrio, injetando toda a gama de bactérias do intestino. Eles fizeram isso por meio da coleta de matéria fecal de um doador saudável para ser injetada no cólon do paciente.

Segundo os pesquisadores, a idéia é fascinante e estudos iniciais mostram uma grande promessa, mas ninguém parou para olhar as questões sociais que envolvem o transplante de fezes. "Antes de oferecer essa terapia, queria saber como o paciente compreende o processo e dar uma olhada nas questões éticas que poderiam ser levantadas por esta terapia", disse Rubin.

Como funciona

Como um transplante de órgãos, o transplante da microbiota fecal começa com a seleção de um doador, normalmente um membro da família. A equipe de tratamento recolhe uma amostra de fezes frescas. A amostra é misturada com uma solução salina em um liquidificador e filtrado para remover as partículas em suspensão. Ela pode ser administrada ao destinatário por meio de um colonoscópio ou, quando a região inflamada é maior no cólon, através de um tubo naso-gástrico.

Questões éticas

Rubin e seus colegas organizaram seis grupos entre 2009 e 2010, com pacientes ou pais de crianças com colite ulcerosa para explorar as atitudes e preocupações suscitadas por esta abordagem.

Eles descobriram que 21 dos 22 pacientes ou pais estavam interessados em tentar a FMT para si ou para seus filhos, a maioria desejava que já estivesse disponível. Eles consideraram o tratamento como mais "natural" do que usar medicamentos para controlar a doença, mais fácil e mais seguro do que as terapias disponíveis atualmente. Muitos compararam com probióticos, uma terapia alternativa popular entre os pacientes com colite.

As principais preocupações se concentraram em como os doadores seriam selecionados e avaliados. Pacientes queriam doadores saudáveis, geralmente membros da família. Os médicos recomendam um hemograma semelhante ao de um doador de órgãos, com a seleção cuidadosa de vários patógenos, incluindo o HIV, hepatite e outros vírus, bem como diversos parasitas e vermes.

O fator asqueroso surgiu nas discussões do grupo de entrega bacteriana. Pacientes e pais estavam confortáveis com a ideia de um "spray" de colonoscopia ou introdução via enemas, mas foram perturbados pela ideia de usar um tubo naso-gástrico para a transferência de bactérias fecais, embora este método tenha sido usado para tratar infecções por Clostridium difficile.

"O nosso estudo, em última análise, nos mostra que os pacientes não são apenas tolerante com esta terapia, mas estão ansiosos para que ela se torne disponível. Alguns já tentaram esta estratégia em casa, usando" protocolos" que encontraram na internet e ferramentas disponíveis em qualquer farmácia", disse Rubin.

Os pesquisadores esperam começar a oferecer FMT em um cenário cuidadosamente controlado de ensaios clínicos. " Há muitas coisas que nós ainda não sabemos sobre os riscos e benefícios da FMT. A segurança desse tratamento e as implicações mais amplas de risco continuam a ser analisadas, não confirmadas de modo cuidadoso e, por isso, mais estudos são necessários antes que isso possa ser oferecido a pacientes com colite ulcerosa" , disseram os autores.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Terapia fecal    Colite ulcerosa    University of Chicago Medical Center    David Rubin   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia: Transplante de fezes é usado para tratar pacientes com colite ulcerosa
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria: Transplante de fezes é usado para tratar pacientes com colite ulcerosa


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
terapia fecal    colite ulcerosa    University of Chicago Medical Center    David Rubin   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.