Ciência e Tecnologia
publicado em 01/06/2011 às 21h20:00
   Dê o seu voto:

Teste pode distinguir pacientes com glioblastoma mais ou menos agressivo

 
tamanho da letra
A-
A+

Mudança em um gene específico pode identificar quais pacientes com um determinado tipo de câncer no cérebro responderão melhor ao tratamento. De acordo com os especialistas, o teste para o gene pode distinguir pacientes com uma forma mais ou menos agressiva do glioblastoma, o tipo mais comum e geralmente fatal de câncer no cérebro.

O estudo prospectivo observou um gene chamado MGMT em tumores retirados de 833 pacientes com glioblastoma. Notou-se que quando o promotor do gene é alterado por uma mudança química chamada metilação, os pacientes respondem melhor ao tratamento.

"Nós mostramos que a metilação MGMT representa um novo teste genético que pode predizer os resultados clínicos em pacientes com glioblastoma que foram tratados com a radiação combinada com a droga quimioterápica temozolomida. Os glioblastomas não são iguais, pelo contrário, são uma coleção de diferentes entidades moleculares e genéticas que se comportam de forma única e requerem um tratamento personalizado", expliaca Arnab Chakravarti.

"Nosso estudo confirma a importância prognóstica da metilação do gene MGMT e demonstra a viabilidade da coleta prospectiva do tecido tumoral, da estratificação molecular e da reunião dos resultados dos pacientes em um grande ensaio intergrupal", diz Mark Gilbert.

O estudo atual reforça a conclusão de estudos anteriores de que a metilação do MGMT tem importância prognóstica. Pacientes com tumores que carregavam o gene metilado tiveram uma sobrevida de 21 meses contra 14 meses para aqueles com o gene não metilado. A diferença na sobrevida livre de progressão - período após o tratamento em que o câncer não piora - foi de 8,7 meses e 5,7 meses para os tumores metilado e não metilado, respectivamente. A pequena diferença, segundo Chakravarti, indica que os pacientes com o gene metilado tiveram tumores de crescimento mais lento.

As previsões são de que cerca de 18,5 mil novos casos de glioblastoma multiforme ocorram anualmente nos Estados Unidos e que 12.760 americanos venham a morrer da doença. Os sintomas geralmente incluem dor de cabeça, convulsões e alterações motoras ou sensoriais. Uma varredura do cérebro detecta o tumor. Depois que um cirurgião remove o tumor, ele pode ser testado para a metilação de MGMT.

"Pacientes com o gene metilado poderiam receber o tratamento padrão constituído da terapia de radiação e do quimioterápico temozolomida. Aqueles que têm um gene não metilado podem receber um tratamento experimental através de um ensaio clínico", diz Chakravarti.

A pesquisa é necessária agora, diz ele, para saber se o MGMT contribui diretamente para a agressividade do tumor, ou se é apenas um indicador de outras alterações que causam a agressividade do tumor. "Se o próprio gene ajudar a causar a doença agressiva, o MGMT ou as vias de reparo de DNA podem ser alvos importantes para novas terapias", diz Chakravarti.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Câncer do cérebro    Glioblastoma    Gene MGMT    Metilação    Teste genético    Resposta ao tratamento   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia: Teste pode distinguir pacientes com glioblastoma mais ou menos agressivo
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria: Teste pode distinguir pacientes com glioblastoma mais ou menos agressivo


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
câncer do cérebro    glioblastoma    gene MGMT    metilação    teste genético    resposta ao tratamento   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.