Ciência e Tecnologia
publicado em 31/05/2011 às 15h00:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Pesquisadores da Virginia Commonwealth University descobriram que a suplementação de nutrientes dos tipos encontrados em verduras de folhas verdes, como espinafre e alface, pode reduzir os danos ao coração causados por uma potente droga anti-câncer , a doxorrubicina . Desde a década de 1960, ela tem sido a melhor opção paraa quimioterapia por causa da eficácia contra o câncer. No entanto, sabe-se que a droga provoca danos permanentes no coração.

Atualmente, o dexrazoxane é a única terapia aprovada pela Food and Drug Administration (FDA) para prevenção ou tratamento de danos cardíacos causados pela doxorrubicina. Entretanto a droga pode piorar a mielossupressão e interferir na eficácia anti-câncer da doxorrubicina. A mielossupressão é a diminuição da capacidade que a medula óssea tem de produzir células do sangue - um efeito colateral comum da quimioterapia.

Em um estudo de laboratório, a equipe conseguiu demonstr ar que ratos tratados com nitrato inorgânico na dieta tiveram uma taxa reduzida de disfunção cardíaca causada pela doxorrubicina. No nível molecular, a dieta estabilizou a mitocôndria e protegeu contra os danos cardíacos causados pelos radicais livres.

"Estes resultados podem ter um impacto significativo na redução do risco e do grau de dano cardíaco em pacientes que dependem da doxorrubicina para o tratamento de cânceres. Isso ocorre porque o nitrato inorgânico é uma substância química solúvel em água e que, além de ser muito barata, poderia ser ideal para a administração oral de longo prazo durante o curso do tratamento do câncer com a doxorrubicina ", disse o pesquisador Rakesh C. Kukreja.

De acordo com outro cientista envolvido no estudo, Me. Lei Xi, a dose de nitrato utilizada neste estudo é 400% da dose diária recomendada pela Organização Mundial de Saúde. Ele explica que o nitrato pode ser facilmente obtido a partir de alimentos, incluindo vegetais de folhas verdes, como espinafre e alface, que têm altos níveis de nitrato, ou a partir de bebidas, como o suco de beterraba, que estão comercialmente disponíveis e podem ser utilizadas com segurança em seres humanos.

As mitocôndrias são organelas celulares essenciais para converter o oxigênio e os nutrientes em ATP, o principal combustível para a função celular. Os radicais livres gerados nas mitocôndrias das células cardíacas pela doxorrubicina levam à degradação da função celular normal, resultando na morte programada das células cardíacas. Ao longo do tempo, a morte celular tem sido associada à diminuição da função cardíaca e à insuficiência cardíaca .

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Droga anti-câncer    Doxorrubicina    Dexrazoxane    Quimioterapia    Disfunção cardíaca    Radicais livres    Mitocôndrias    ATP   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
droga anti-câncer    doxorrubicina    dexrazoxane    quimioterapia    disfunção cardíaca    radicais livres    mitocôndrias    ATP   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.