Saúde Pública
publicado em 30/05/2011 às 11h20:00
   Dê o seu voto:

EFE  
tamanho da letra
A-
A+
Foto: EFE
Enfermeira observa bebês durante fototerapia com uso da luz azul
  « Anterior
Próxima »  
Enfermeira observa bebês durante fototerapia com uso da luz azul

Cientistas peruanos descobriram um novo método para~acabar com a icterícia. Um pequeno dispositivo flexível~que emite calor e pode viajar escondido nos carrinhos de bebes, apelidado de "equipamento de terapia de luz~azul."~

O novo dispositivo irá isentar os pais~de ver o filho hospitalizado~no calor de uma incubadora de "luz branca", prejudicial~para o recém-nascido, pois desidrata e exige até uma semana de tratamento.

Esta criação surgiu nos laboratórios~de uma pequena empresa de tecnologia de Cuzco, no sul do Peru,~onde seus pesquisadores desenvolveram placas de fototerapia menos prejudicial do que as utilizados~atualmente em hospitais do país, além de serem flexíveis, o que permite uma grande mobilidade.

Foram quatro anos de pesquisa para que os cientistas chegassem a um resultado satisfatório: uma matriz retangular e maleável, capaz de emitir calor~adequado para o tratamento da icterícia neonatal~por um método " mãe canguru" .

O nome vem da possibilidade dos pais, como o~marsupial, levar o bebê seu peito recebendo o calor da placa por cerca de~dois ou três dias, tempo de duração do tratamento, disse à Agência Efe~Sandro Gamarra, representante do inventor.~

A invenção é um um~colete com dois bolsos separados por uma gaze,~onde podem ser colocados bebês de vários tamanhos. Em um dos dois orifícios laterais~da peça é instalada uma bateria recarregável com luz solar. No outro extremo, fica um sensor~que regula os graus de temperatura e até mesmo~desativa o sistema.

"Com esta invenção, a criança usa o calor~mãe e também dos equipamentos, o permite garantir o~vínculo mãe-filho ", disse Gamarra com orgulho.

Tudo é calculado para proteger a criança,~conta de Gamarra, que enfatiza que no caso de~hospitais Cuzco a invenção pode ajudar a aliviar o movimento nas enfermarias pediátricas, muitas vezes~saturadas pela alta incidência de icterícia na região.

A falta de uma lei peruana que regula~comercialização de tais dispositivos adiou a saída para o mercado interno, mas seus inventores esperam, em breve, ver o seu produto nos hospitais.~

A ideia é que os centros médicos usem a novidade em suas~incubadoras, já que a empresa está ciente de que~somente os hospitais e clínicas vão poder pagar os US$ 3 mil para obter o equipamento.

A novidade é uma das 14 invenções finalistas~Concurso Nacional de Protótipos e Inovações Tecnológicas, que acontece em Lima~durante a Semana de Inovação.~

Fonte: EFE
   Palavras-chave:   Icterícia    Mae canguru    Terapia da luz azul    Peru    Cuzco   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
icterícia    mae canguru    terapia da luz azul    peru    cuzco   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.