Ciência e Tecnologia
publicado em 25/05/2011 às 17h34:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

E xperimentos de laboratório e simulações de computador ajudaram pesquisadores a demonstrar que a enzima MKK4 está envolvida na prevenção de arritmias cardíacas . Eles acreditam que esta enzima modifi que uma outra proteína, a conexina, que forma uma ponte eléctrica entre as células cardíacas adjacentes para garantir a condução da atividade elétrica em todo o coração, como uma onda de excitação, provocando a contração mecânica sincronizada do coração com um ritmo de pulsação regular.

Uma das principais causas de arritmias é a hipertrofia cardíaca . Ela acontece quando uma parte do músculo do coração engrossa sem uma causa aparente . C omumente associada à hipertensão e ao excesso de exercícios , esta condição diminui a câmara cardíaca e redu z o volume de sangue bombea do . As arritmias provocam milhões de mortes anualmente em todo o mundo e é talvez a causa mais conhecida de parada cardíaca súbita em pessoas jovens que praticam esportes.

A equipe multidisciplinar descobriu que a perda da proteína MKK4 interrompe a distribuição espacial da conexina, resultando no acoplamento elétrico reduzido e não-uniforme entre as células do coração. Is t o causa uma onda de excitação fragmentada no coração, levando à contração descoordenada do músculo cardíaco e ao ritmo irregular. Como resultado, o coração perde a eficiência ao bombear o sangue, causando incapacidade ou morte súbit a .

" Usando medições experimentais junt o com modelos computacionais detalhados , pudemos simular a atividade elétrica do tecido cardíaco com perturbações de acoplamento eléctrico entre células adjacentes cardíacas. As informações geradas a partir deste estudo nos ajudarão a identificar se a enzima MKK4 poderia se tornar um alvo terapêutico para o tratamento de arritmias cardíacas em associação com a hipertrofia cardíaca" , explica o pesquisador Wang Xin.

" Esta pesquisa indica que seria possível identificar o fator mais importante por trás da morte súbita associada à hipertrofia cardíaca, que pode afetar pessoas de qualquer idade com hipertensão e também atletas saudáveis bem treinados" , acrescentou o biofísico Henggui Zhang , que também participou da pesquisa .

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Hipertrofia cardíaca    Pressão alta    Arritmia    Músculo do coração    Morte súbita    MKK4   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
hipertrofia cardíaca    pressão alta    arritmia    músculo do coração    morte súbita    MKK4   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.