Ciência e Tecnologia
publicado em 20/04/2011 às 17h21:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+
Foto: Reprodução
Foto: UCLA Health System/Ann Johansson Photography
Emily Fennell, 26 anos, realiza exercícios fisioterápicos com a mão transplantada Cirurgia de 14 horas de duração foi realizada no dia 4 de março no Ronald Reagan UCLA Medical Center, nos Estados Unidos
  « Anterior
Próxima »  
Emily Fennell, 26 anos, realiza exercícios fisioterápicos com a mão transplantada
Cirurgia de 14 horas de duração foi realizada no dia 4 de março no Ronald Reagan UCLA Medical Center, nos Estados Unidos

Seis semanas e meia após receber o primeiro transplante de mão do oeste dos Estados Unidos, a paciente Emily Fennell mostrou o membro transplantado pela primeira vez ao lado da equipe médica.

A paciente de 26 anos, que perdeu a mão em um acidente de carro, foi submetida à cirurgia de transplante no Ronald Reagan UCLA Medical Center, nos Estados Unidos, um procedimento de 14 horas iniciado pouco antes da meia-noite do dia 4 de março.

Fennell recebeu alta do hospital no dia 8 de abril e vai continuar a frequentar o centro médico para dois meses de acompanhamento e terapia ocupacional.

"A recuperação do paciente foi extremamente bem sucedida, tanto física quanto psicologicamente", disse o cirurgião Kodi Azari. "Ela está fazendo a transição emocional passando a chamar o membro de ' sua mão' . Do ponto de vista cirúrgico, conseguimos uma boa conexão dos nervos e vasos sanguíneos, e o equilíbrio entre os tendões da palma e das costas da mão parece ser original."

" Desde a operação, o foco dos médicos se voltou para a gestão de um regime medicamentoso com remédios imunossupressores para ajudar a prevenir que o corpo de Fennell rejeitasse o novo membro" , disse a diretora médica Sue McDiarmid. "Agora nosso objetivo é proporcionar o equilíbrio correto de medicamentos para impedir o corpo de Emily de rejeitar a mão. Estamos usando uma combinação de drogas imunossupressoras que devem ser menos tóxicas para ela. Por fim, esperamos que ao longo do tempo sejamos capazes de diminuir a dose de seus medicamentos, com efeitos colaterais mínimos, mas ainda o suficientes para protegê-la de rejeição."

Recuperação

De acordo com os pesquisadores, um outro elemento fundamental para o sucesso é a terapia ocupacional intensiva que Fennell vai sofrer durante o primeiro ano para ajudar o cérebro dela a aceitar a mão e mecanicamente aprender a usá-la.

"Já se passaram cinco anos desde que ela parou de usar os músculos, e eles têm atrofiaram, enfraqueceram e diminuíram," disse Renee Portenier, uma terapeuta ocupacional na UCLA. "Agora nós temos que acordar os músculos novamente para construir forças e conexões neurais."

Inicialmente, após a cirurgia, Fennell se submeteu à terapia duas vezes por dia, sete dias por semana. Atualmente, em regime ambulatorial, ela passa por 4-5 horas de recuperação, cinco dias por semana. Depois de mais alguns meses, isso será reduzido para três dias por semana.

A equipe de transplante vai acompanhar de perto o progresso Fennell e quão bem o seu corpo se ajusta à nova mão. Como parte deste acompanhamento, os médicos irão mapear o cérebro em pontos-chave durante sua recuperação, observando que peças se acendem quando ela é convidada a mover os dedos ou outras partes da nova mão.

O procedimento

Fennell perdeu a mão depois de ter sido esmagada em um acidente de carro em junho de 2006. Depois da amputação, terapeutas ocupacionais a ajudaram a aprender a usar a mão esquerda para todas as tarefas, incluindo amarrar sapatos, escrever, vestir e até mesmo dirigir um carro. Mas ainda faltava a ela a possibilidade de fazer algumas pequenas tarefas.

O transplante de Fennell foi possível graças à generosidade de uma família de um doador falecido em San Diego.

Uma equipe de 17 cirurgiões, anestesistas, enfermeiras e técnicos foram envolvidos na cirurgia. A operação começou com as duas equipes cirúrgicas preparando a mão do doador e o receptor.

Durante a maratona de 14 horas de cirurgia, os cirurgiões enxertaram a mão do doador falecido e ligaram tendões, nervos, vasos sanguíneos e ossos.

A Universidade da California - Los Angeles é apenas o quarto centro no país a realizar esse procedimento e o primeiro centro no oeste.

A cirurgia de Fennell foi a 13ª de 14 cirurgias de transplantes de mão realizados até agora nos Estados Unidos.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Transplante de mão    UCLA    Emily Fennell    Kodi Azari   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
transplante de mão    UCLA    Emily Fennell    Kodi Azari   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.