Ciência e Tecnologia
publicado em 16/04/2011 às 13h50:00
   Dê o seu voto:

 
tamanho da letra
A-
A+

Consumo de mirtilo - também conhecido como uva-do-monte ou arando - pode reduzir o desenvolvimento de células de gordura no organismo. A descoberta é de pesquisadores da Texas Woman' s University, nos Estados Unidos.

Resultados sugerem que o alto teor de polifenois do mirtilo podem ajudar na redução da da epidemia de obesidade.

O líder do estudo, Shiwani Moghe e seus colegas decidiram avaliar se os polifenois do mirtilo desempenham papel na diferenciação dos adipócitos, o processo pelo qual uma célula relativamente pouco especializada, adquire recursos especializados de adipócitos, uma célula do tecido conjuntivo de animais especializada para a síntese e o armazenamento de gordura.

Polifenois vegetais têm sido mostrados para combater adipogênese, que é o desenvolvimento de células de gordura e induzir a lipólise, que é a quebra de lipídios ou gordura.

"Queria avaliar se o uso de polifenois do mirtilo pode inibir a obesidade na fase molecular", disse Moghe.

O estudo foi realizado em cultura de tecido retiradas de ratos. Os polifenois mostraram uma supressão da diferenciação dos adipócitos dependente da dose consumida.

O teor de lipídios no grupo controle foi significativamente maior do que o conteúdo do tecido de ratos que receberam três doses de polifenois de mirtilo.

A dose mais elevada de polifenois de mirtilo rendeu uma diminuição de 73% nos lipídios, a menor dose propiciou uma redução de 27%.

"Nós ainda precisamos testar essa dose em humanos para nos certificarmos de que não existem efeitos adversos, e para ver se as doses são eficazes. Esta é uma área emergente de pesquisa. Determinar a melhor dose para os seres humanos é importante", afirmou Moghe. "A promessa é que o mirtilo ajude a reduzir a formação de tecido adiposo no corpo."

Estes resultados preliminares contribuem com uma nova adição à lista de benefícios relacionados aos mirtilos, que já foram mostrados para atenuar as condições de saúde como a doença cardiovascular e a síndrome metabólica.

Fonte: Isaude.net
   Palavras-chave:   Mirtilo    Células de gordura    Obesidade    Texas Woman's University   
  • Indique esta NotíciaIndique esta Notícia
  • Indique esta NotíciaCorrigir
  • CompartilharCompartilhar
  • AlertaAlerta
Link reduzido: 
  • Você está indicando a notícia:
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

  • Você está informando uma correção para a matéria:


Receba notícias do iSaúde no seu e-mail de acordo com os assuntos de seu interesse.
Seu nome:
Seu email:
Desejo receber um alerta com estes assuntos:
mirtilo    células de gordura    obesidade    Texas Woman's University   
Comentários:
Comentar
Deixe seu comentário
Fechar
(Campos obrigatórios estão marcados com um *)

(O seu email nunca será publicado ou partilhado.)

Digite a letras e números abaixo e clique em "enviar"

  • Twitter iSaúde
publicidade
Jornal Informe Saúde

Indique o portal
Fechar [X]
  • Você está indicando a notícia: http://www.isaude.net
  • Para que seu amigo(a) receba esta indicação preencha os dados abaixo:

RSS notícias do portal  iSaúde.net
Receba o newsletter do portal  iSaúde.net
Indique o portal iSaúde.net
Notícias do  iSaúde.net em seu blog ou site.
Receba notícias com assunto de seu interesse.
© 2000-2011 www.isaude.net Todos os direitos reservados.